Ataque foi mensagem clara ao Irã, diz presidente do Parlamento de Israel

Na última madrugada, militares israelenses lançaram foguetes contra soldados do Irã na Síria, em resposta a um ataque semelhante arquitetado pelos iranianos

Jerusalém - Israel enviou "uma mensagem clara aos seus inimigos e ao Irã", disse nesta quinta-feira o presidente do Parlamento, Yuli Edelstein, se referindo ao ataque lançado durante a madrugada contra dezenas de alvos militares iranianos na Síria, considerada a maior ofensiva dos últimos anos.

"As regras do jogo mudaram", afirmou o político israelense, antes de acrescentar: "não toleraremos nenhuma ameaça à segurança de nossos cidadãos e não aceitaremos de perto o estabelecimento de forças iranianas hostis", se referindo a presença militar iraniana em território sírio.

Israel sofreu ontem à noite o ataque de aproximadamente 20 foguetes contra sua linha de defesa das Colinas de Golã, território sírio ocupado parcialmente pelos israelenses desde 1967, do qual acusou a "força iraniana Al Quds", a unidade de elite da Guarda Revolucionária do Irã.

Segundo fontes militares israelenses, quatro dos foguetes foram interceptados e o restante caiu em solo sírio.

O ataque iraniano foi lançado dos arredores de Damasco, cerca de 30 ou 40 quilômetros da fronteira e não deixou feridos ou danos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.