Ataque atribuído a Al Qaeda mata 20 soldados no Iêmen

Vinte soldados morreram em um ataque com armas automáticas contra um posto de controle do exército no sudeste do Iêmen

Adem - Vinte soldados morreram nesta segunda-feira, alguns deles enquanto dormiam, em um ataque com armas automáticas contra um posto de controle do exército na província de Hadramaut, sudeste do Iêmen, um ação atribuída a Al Qaeda pelos militares.

Antes deste ataque, que não foi reivindicado, as forças de segurança sofreram várias derrotas militares nesta província, o que levou o presidente interino Abd Rabo Mansur Hadi trocar o ministro do Interior.

O novo responsável pela pasta, Abdo Tareb ordenou a prisão do chefe de segurança do posto, general Fahmi Mahrus, e do comandante das forças especiais, dentro das investigações do incidente.

A Al Qaeda aproveitou um enfraquecimento do poder central em 2011, em plena insurreição popular contra o ex-presidente Ali Abddulah Saleh, para reforçar sua influência no sul e leste do país.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.