Assalto a banco cometido por policial deixa um morto na Armênia

Uma pessoa morreu e duas ficaram feriadas durante assalto a um banco na capital da Armênia
Armênia: três funcionários do banco foram feridos (REUTERS/David Mdzinarishvili/Reuters)
Armênia: três funcionários do banco foram feridos (REUTERS/David Mdzinarishvili/Reuters)
E
EFEPublicado em 03/05/2018 às 13:11.

Yerevan - Uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas nesta quinta-feira no assalto a um banco em Yerevan, a capital da Armênia, um crime que foi cometido por um coronel da polícia de trânsito, informaram as autoridades do país da região do Cáucaso.

"O assaltante estava armado com uma faca, uma granada e uma escopeta. Ao entrar no banco, feriu dois seguranças e um deles faleceu. O homem roubou dinheiro e tentou fugir, mas não conseguiu. Durante a sua prisão, ofereceu resistência e feriu um agente", informou o porta-voz da polícia, Ashot Agoranyan.

O detido foi identificado como o coronel Daniel Danielyan, chefe do centro de monitoramento em vídeo da polícia de trânsito da Armênia.

O chefe adjunto da polícia de Yerevan, Samvel Oganesyan, detalhou que o outro ferido é um guarda de segurança do banco.

Por outro lado, segundo testemunhas citadas por veículos de imprensa locais, os assaltantes eram vários, e todos, menos um, conseguiram fugir.

Um vídeo difundido no YouTube mostra a detenção do assaltante por um agente da polícia, que o imobiliza no chão com a ajuda de uma multidão.

Ao lado do assaltante é possível ver várias bolsas e cédulas de dinheiro espalhadas pelo chão, na calçada em frente à agência bancária, situada em uma avenida bastante movimentada da capital armênia.

A polícia iniciou uma operação para capturar os assaltantes foragidos.

As autoridades trabalham para esclarecer todas as circunstâncias do assalto que aconteceu um dia depois das ações maciças de desobediência civil em Yerevan, que paralisaram a capital, mas sem que houvesse registro de incidentes.