Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Artista transforma gato morto em helicóptero e gera polêmica

Após exposição em festival de arte, imagens do felino voador ganharam as redes e jornais internacionais, despertando a fúria de entidades de proteção animal

São Paulo – A perda de um bichinho de estimação certamente deixa saudade, a ponto de alguns donos mais apegados optarem pelo exótico processo de empalhamento animal, chamado também de taxidermia. Mas para o artista holandês Bart Jansen, isso não foi suficiente.

Além de empalhar o seu gato, que morreu atropelado por um carro, ele resolveu lhe dar asas mecânicas e fazê-lo voar como um helicóptero. O primeiro voo do bichano, chamado de Orville em homenagem ao famoso aviador Orville Wright, foi publicado no YouTube em março deste ano (veja abaixo), com direito a comentário do autor: Este é o primeiro teste do Orvillecopter, metade gato, metade máquina, que em breve voará com os pássaros. Oh, como ele amava os pássaros.

Mas foi só na semana passada - por ocasião de um festival de arte em Amsterdã, onde o gato voador foi apresentado - que  a empreitada controversa deu o que falar. As fotos ganharam as manchetes de jornais internacionais, se espalharam nas redes sociais e, inevitavelmente, acabaram por atrair críticas furiosas de entidades de proteção animal. Segundo a Spiegel Online, a organização de proteção aos animais PETA condenou o feito como uma forma macabra de honrar um membro familiar amado.

Na sexta-feira, ativistas de direitos animais anônimos escreveram "mate os assassinos de animais" e "vergonha" em grafite do lado do centro de convenções que recebeu o festival de arte, relata o periódico Brisbaine Times. Ainda de acordo com o jornal, o Partido para os Animais holandês anunciou que enviaria uma carta de reclamação para os organizadores do festival, bem como para o centro de convenções.

Na página do Youtube, o vídeo do "Orvillecopter", assistido mais de 1,7 milhões de vezes, coleciona reações tão fortes quanto antagônicas. "Eu acho que a pessoa no vídeo não amava o gato. Mas isso é apenas a minha visão, afinal os limites da moral são muito individuais...É injusto, estúpido e perturbador fazer algo estranho e completamente inútil com o corpo de um animal morto", diz o usuário jazztom86.

"Isso é incrível, o gato é um dos animais mais empalhados pelas pessoas durante séculos [...] a única diferença aí é que ele tem asas e um motor, o que na minha opinião é melhor do que colocar em uma prateleira para coletar poeira", defende HipDubHopStep. Outros, como JonVonBraun manifestam dúvida: "Não estou certo se é hilário ou aterrorizante..", diz.

Veja abaixo o vídeo do "Orvillecopter":

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também