Arábia Saudita toma medidas para proteger o petróleo após ataque no Iraque

O ministro de Energia do país, o príncipe Abdulaziz bin Salman Al-Saud, afirmou que a produção do reino deve ficar em 9,744 milhões de barris por dia

A Arábia Saudita tomou todas precauções para garantir a segurança de suas instalações petrolíferas após recentes ataques no Iraque, disse o ministro de Energia do país.

"Nós tomamos todas precauções que podíamos tomar", afirmou ele a jornalistas, após ser questionado sobre se o reino havia elevado a segurança após recentes ataques dos Estados Unidos e do Irã na região.

Ao falar durante evento do setor em Dahran, o ministro, o príncipe Abdulaziz bin Salman Al-Saud, afirmou que a produção do reino deve ficar em 9,744 milhões de barris por dia em janeiro e fevereiro.

Ele também disse que o Iraque elevou seu comprometimento com cortes de oferta liderados pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) em dezembro e buscará cumprir totalmente sua meta em janeiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.