Apuração confirma vitória dos conservadores na Bulgária

Com cerca de 70% dos votos apurados foi confirmada a vitória do ex-primeiro-ministro populista Boiko Borisov

Sófia - Com cerca de 70% dos votos apurados foi confirmada a vitória do ex-primeiro-ministro populista Boiko Borisov nas eleições legislativas da Bulgária, informou hoje a Comissão Central Eleitoral do país balcânico.

De acordo com a apuração, a até agora governante formação conservadora "Cidadãos para o Desenvolvimento Europeu da Bulgária" (GERB) obteve 31,4%, diante do Partido Socialista, com 27,3%.

Além disso, no Parlamento de Sófia entram o partido da minoria turca DPS, com 9,15%, e o ultranacionalista Ataka, com 7,6% dos votos.

Estes resultados podem levar a uma maior instabilidade política e econômica na Bulgária, o país mais pobre da União Europeia (UE), perante as previsíveis dificuldades para o GERB de formar uma coalizão com qualquer dos outros três partidos.

As pesquisas já previam na noite de domingo resultados similares, que dificultarão previsivelmente a formação do novo Governo em um país onde a explosão social causada por pobreza, carestia e pela corrupção da classe política provocou em fevereiro passado a demissão em bloco do Governo de Borisov.

Pouco depois de os colégios eleitorais fecharem, centenas de pessoas já protestavam na frente do Palácio Nacional da Cultura, onde os dirigentes políticos davam suas entrevistas coletivas para avaliar o dia de votação.

Decepcionados com os resultados e acusando os conservadores de fraude eleitoral, os manifestantes tentaram entrar no prédio à força enquanto gritavam "máfia", a palavra que usam para qualificar a classe política.

Trata-se da primeira vez desde a queda do comunismo em 1990 que se organiza um protesto deste tipo contra os resultados eleitorais.

O pleito antecipado foi convocado após a queda do Governo do populista Borisov no dia 20 de fevereiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também