A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Antiga empresa de Strauss-Kahn criou 31 sociedades offshore

O fundo se serviu de sua filial AAML para operar essas sociedades, cujos dados aparecem nos documentos filtrados do escritório panamenho Mossack Fonseca

Paris - Um fundo de investimento luxemburguês, presidido até 2014 pelo ex-diretor-gerente do FMI Dominique Strauss-Kahn, ajudou a criar até 31 empresas em paraísos fiscais, revelou nesta quarta-feira o jornal "Le Monde" graças aos dados obtidos no "Panama Papers".

O fundo Leyne, Strauss-Kahn & Partners (LSK), criado por seu parceiro Thierry Leyne, abriu e administrou empresas em paraísos como as ilhas as Seychelles, Panamá, Hong Kong e Ilhas Virgens para clientes como produtores audiovisuais asiáticos e ricos investidores franceses, acrescenta o rotativo.

O fundo se serviu de sua filial Assya Asset Management Luxemburgo (AAML) para operar essas sociedades, cujos dados aparecem nos documentos filtrados do escritório panamenho Mossack Fonseca.

A maior parte dessas estruturas abriram contas bancárias domiciliadas na Suíça, Luxemburgo, Panamá e Hong Kong com o suposto objetivo de "dissimular a identidade real dos beneficiados dos fundos", acrescenta "Le Monde".

No entanto, o jornal especifica que a atividade da AAML se remonta a antes da chegada de Strauss-Kahn à presidência do LSK, em outubro de 2013.

Apenas alguns meses antes, o ex-diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI) atacava perante o Senado francês as "consequências injustas" dos paraísos fiscais, que "privam o Estado de arrecadações fiscais".

Ao mesmo tempo, o ex-ministro da Economia criticava esses "instrumentos financeiros fundados sobre a opacidade", a que é "muito desestabilizadora".

Em março, a Procuradoria francesa já abriu uma investigação judicial sobre o LSK por fraude em grupo organizado e abuso de bens sociais e de confiança.

O LSK deixou um passivo de cerca de 100 milhões de euros e um total de 150 credores.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também