Mundo

Americanos não concordam com Snowden e tampouco com Obama

Pesquisas da CNN mostram que vazamento não é aprovado pela maioria, mas ações do governo também não


	Maioria dos americanos desaprova vazamento de Snowden, mas tão pouco aprova espionagem do governo
 (REUTERS / Bobby Yip)

Maioria dos americanos desaprova vazamento de Snowden, mas tão pouco aprova espionagem do governo (REUTERS / Bobby Yip)

DR

Da Redação

Publicado em 18 de junho de 2013 às 10h00.

São Paulo – A maior parte dos americanos desaprova o fato de Edward Snowden ter revelado atos secretos do governo americano. Mas os mesmo atos polêmicos também fizeram cair a popularidade do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, conforme mostram duas novas pesquisas da CNN com o instituto ORC International.

Segundo os dados divulgados na segunda-feira, a desaprovação dos atos de Edward Snowden chega a 52% do público entrevistado, enquanto 44% aprova o vazamento de informações sobre um programa secreto de espionagem dos Estados Unidos.

Os dados também mostram que 54% dos entrevistados acreditam que o governo dos Estados Unidos deve buscar maneiras de levar Snowden de volta para o país e processá-lo.

Por outro lado, isso não significa que os americanos aprovem o programa de espionagem. A polêmica teve um impacto direto na imagem do presidente Obama, que viu seus níveis de aprovação cair.

De acordo com outra pesquisa da CNN com o instituto ORC International, a aprovação do presidente caiu 8 pontos percentuais, para 45% ao longo do mês, menor taxa em mais de seis meses. Outros 54% de entrevistados disseram que Obama não tem feito um bom trabalho.

Essa é a primeira vez desde novembro de 2011 que mais da metade dos americanos tem uma visão negativa do presidente, segundo a pesquisa.

Acompanhe tudo sobre:Barack ObamaCNNEdward SnowdenEmpresasEspionagemEstados Unidos (EUA)NSAPaíses ricosPersonalidadesPolíticos

Mais de Mundo

Dois dias após atentado, Trump faz primeira aparição pública na Convenção Republicana

Biden ordena fornecimento de aparato de segurança para Kennedy Jr. e reforço para o de Trump

Site de Trump usa imagem de seu rosto ensanguentado para arrecadar fundos após atentado

Bolívia anuncia descoberta de megacampo de gás natural

Mais na Exame