Alguns dos afetados por decreto de imigração podem ficar na lista

John Kelly disse que as pessoas desses países que têm dupla cidadania serão autorizadas a entrar nos EUA com o passaporte da nação que não tem restrições

Washington – Alguns dos sete países de maioria muçulmana afetados pelo decreto do presidente norte-americano, Donald Trump, sobre imigração não devem ser retirados da lista no curto prazo, disse na terça-feira o secretário de Segurança Interna dos Estados Unidos.

John Kelly disse que as pessoas dos sete países que têm dupla cidadania serão autorizadas a entrar nos EUA com o passaporte da nação que não tem restrições.

Mais informações em instantes

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.