Alemanha monitorava suspeito por plano de compra de armas

A fonte disse que as autoridades interromperam as atividades de monitoramento depois que não conseguiram provar as suspeitas

Berlim - As autoridades alemãs observaram o tunisiano Anis Amri, suspeito do ataque com caminhão na capital alemã, por um período este ano para tentar determinar se ele planejou um assalto para financiar a compra de armas automáticas para um possível ataque, disse à Reuters uma fonte judicial em Berlim.

A fonte, confirmando uma reportagem online do jornal Bild, disse que as autoridades interromperam as atividades de monitoramento depois que não conseguiram provar as suspeitas.

O Bild informou que Amri foi monitorado entre março e setembro. A fonte se recusou a especificar o período de observação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.