Al Qaeda reivindica autoria de ataque em Burkina Fasso

Um membro de alto escalão do grupo linha-dura pediu em dezembro que os muçulmanos em vários países, incluindo Burkina Fasso, promovam a jihad

Dacar - A Al Qaeda no Maghreb Islâmico (AQIM) reivindicou nesta sexta-feira a responsabilidade por um ataque que está em andamento em um hotel na capital de Burkina Fasso, disse o grupo de inteligência Site.

Um membro de alto escalão do grupo linha-dura pediu em dezembro que os muçulmanos em vários países, incluindo Burkina Fasso, promovam a jihad (guerra santa).

A AQIM, ao lado de outros dois grupos, também reivindicou a responsabilidade pela morte de 20 pessoas e pela tomada de reféns na capital do Mali, em novembro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.