Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Agentes russos tentaram assassinar ministro ucraniano, diz serviço de inteligência do país

Eles teriam sido recompensados com um valor de 100 a 150 mil dólares, indicou o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU)
 (AFP/AFP Photo)
(AFP/AFP Photo)
A
AFPPublicado em 08/08/2022 às 18:18.

O serviço de inteligência ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 8, ter detido agentes russos que planejavam assassinar o ministro de Defesa e o chefe de inteligência do exército.

O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) "deteve assassinos dos serviços especiais russos que planejavam matar" o ministro de Defesa, Oleksii Reznikov, e o responsável pela inteligência militar, Kirilo Budanov", disse a entidade no Telegram.

A mensagem veio acompanhada de um vídeo que mostra pessoas armadas abordando e algemando dois homens vestidos como civis que se aproximavam de um carro. A prisão ocorreu em Kovel, no noroeste da Ucrânia.

Segundo o SBU, um dos supostos assassinos entrou no país por Belarus. Também afirmaram que, além das duas autoridades, os detidos preparavam "a eliminação física" de um "ativista ucraniano" anônimo.

Eles teriam sido recompensados com um valor de 100 a 150 mil dólares, indicou o SBU.

(AFP)

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.