Mundo

Abu Bakr al-Baghdadi, líder do Estado Islâmico, reaparece após cinco anos

Em vídeo, o líder do Estado Islâmico afirma que as operações grupo jihadista contra o Ocidente são parte de uma "longa batalha"

Abu Bakr al-Baghdadi afirma o Estado Islâmico "vingará" os membros que foram mortos (afp/AFP)

Abu Bakr al-Baghdadi afirma o Estado Islâmico "vingará" os membros que foram mortos (afp/AFP)

A

AFP

Publicado em 29 de abril de 2019 às 15h14.

Última atualização em 29 de abril de 2019 às 15h19.

O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, apareceu pela primeira vez em cinco anos em um vídeo de propaganda transmitido pela organização jihadista nesta segunda-feira. 

A data em que este vídeo foi feito não é conhecida, mas Abu Bakr al-Baghdadi, líder do autoproclamado "califado" jihadista em 2014, declara que "a batalha por Baghuz acabou", em referência à ação do último grupo ultrarradical no leste da Síria, e que caiu em 23 de março de 2019.

No entanto, insiste que as operações do EI contra o Ocidente são parte de uma "longa batalha", e que o grupo jihadista "vingará" os membros que foram mortos.

"Virá mais depois desta batalha", enfatizou.

Bagdadi, de 47 anos, exibia uma longa barba grisalha que parecia tingida de hena e falava devagar, muitas vezes parando por vários segundos no meio de suas frases.

Ele apareceu pela primeira vez em público em Mossul, em 2014, onde declarou um "califado" islâmico nas faixas do território do EI que controlavam na Síria e no Iraque.

Desde então, ele foi considerado morto ou ferido várias vezes.

Sua última gravação em áudio dirigida a seus seguidores foi divulgada em agosto, oito meses depois que o Iraque anunciou a derrota do EI.

Acompanhe tudo sobre:Estado IslâmicoTerroristas

Mais de Mundo

Milei promete cantar em show assim que a inflação chegar a zero na Argentina

Eleições Venezuela: opositores de Maduro pedem 'união', a uma semana das votações

Com a desistência de Biden, quem já apoiou Kamala Harris até o momento?

Calor pode matar? Entenda o bulbo úmido e os limites de temperatura do corpo

Mais na Exame