Abbas diz que declarará Estado palestino porque não há negociações de paz

Palestinos pedirão à Assembleia Geral da ONU que aceite a Palestina como membro pleno com base nas fronteiras de 1967

Cairo - O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, declarou neste domingo que solicitará à ONU a adesão completa do Estado palestino à organização, visto que "a porta às negociações de paz se fechou".

Abbas disse em entrevista publicada pelo jornal jordaniano "Al-Dustur" que a ANP irá à ONU, mas afirmou: "Se forem abertas as negociações com condições, nós as aceitaremos. As negociações terão prioridade".

Os palestinos pedirão à Assembleia Geral da ONU, que se reunirá no mês que vem, que aceite a Palestina como membro pleno com base nas fronteiras de 1967, ou seja, com Gaza e os territórios ocupados da Cisjordânia e Jerusalém Oriental.

Abbas explicou que caso seja aprovada a adesão completa do Estado palestino à ONU, seu status de território em disputa será alterado para Estado sob ocupação, o que também obrigaria Israel a se ater à condição de potência ocupante.

O líder palestino acrescentou que a ANP recorrerá ao mesmo tempo à Assembleia Geral da ONU e ao Conselho de Segurança, onde disse que já foram iniciadas as medidas para apresentar o projeto palestino, mas afirmou que teme um veto americano.

Com relação à Assembleia Geral, Abbas declarou acreditar que o triunfo da tese palestina está garantido, já que 122 de um total de 193 países-membros já reconhecem o Estado palestino.

O governante afirmou ainda que está sofrendo muita pressão para interromper os trâmites para a adesão à ONU.

"Nos disseram que o Congresso americano cortará a ajuda financeira (mais de US$ 500 milhões anuais) que concede à Autoridade Palestina", disse Abbas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.