• BVSP 118.811,74 pts +1,0%
  • USD R$ 5,7339 +0,0002
  • EUR R$ 6,8194 -0,0110
  • ABEV3 R$ 15,57 +1,37%
  • BBAS3 R$ 29,49 +1,03%
  • BBDC4 R$ 25,63 +1,71%
  • BRFS3 R$ 24,48 +2,00%
  • BRKM3 R$ 46,83 +7,98%
  • BRML3 R$ 9,82 -1,21%
  • BTOW3 R$ 63,1 +0,73%
  • CSAN3 R$ 89,85 +0,74%
  • ELET3 R$ 34,76 -1,95%
  • EMBR3 R$ 16 +0,25%
  • Petróleo US$ 63,77 +0,92%
  • Ouro US$ 1.729,00 -0,21%
  • Prata US$ 25,00 +0,68%
  • Platina US$ 1.168,90 -0,51%

Você deveria pensar duas vezes antes de aderir à moda do bitcoin

Não se deixe levar pela empolgação, pois bitcoin não é para todo mundo. Entenda quando vale a pena comprar

São Paulo - É possível que você seja mais um dos eufóricos com os bitcoins no Brasil, embalado pela valorização de nada menos que 398% da moeda digital no ano. Isso é bem acima da alta do Ibovespa, principal índice de referência da Bolsa, que subiu 28% no mesmo período. Mas os números enganam: não é fácil ganhar dinheiro com bitcoins.

Para comprar a moeda digital mais popular e outras criptomoedas, é preciso estar disposto a encarar um altíssimo risco de perder dinheiro – maior do que qualquer outro investimento do mercado financeiro.

O negócio é volátil: os preços chegam a cair ou subir dois dígitos em um mesmo dia. Apesar da tendência de alta, da mesma forma que a moeda valorizou bruscamente em pouco tempo, pode despencar com a mesma intensidade.

Isso acontece porque, atualmente, há um excesso de valorização dos bitcoins. Muitas pessoas compraram a moeda ao mesmo tempo, os preços subiram e uma bolha se formou no mercado, na visão do professor de economia do Ibmec do Rio de Janeiro Daniel Sousa.

“Pessoas que não eram investidoras antes e não conhecem o mercado financeiro simplesmente ouvem falar dos bitcoins e compram porque ouviram dizer que alguém ganhou muito dinheiro. Esse é um sinal claro de que uma bolha se formou”, diz Sousa. Muitos investidores de bitcoins nunca nem sequer investiram em ações – e é aí que está o perigo.

“Os bitcoins são um investimento bastante acessível e garantem a inclusão do pequeno investidor, mas é preciso estar ciente dos seus riscos”, destaca o analista de blockchain e moedas criptografadas da XP Investimentos, João Paulo Oliveira.

Como investir

Bitcoins são recomendados apenas para investidores extremamente arrojados, que procuram diversificar investimentos e topam encarar a alta volatilidade para experimentar a tecnologia.

Invista 1% do seu patrimônio em bitcoins e conte com esse dinheiro somente para o longo prazo, como sugere o professor de economia Ricardo Rochman, da da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas.

“A cada dia, surgem novas criptomoedas e nada garante que o bitcoin vai continuar no gosto popular. Ele está na moda, mas nada garante que essa onda vai se manter”, explica.

É possível comprar uma fração de um bitcoin com 50 reais. As corretoras especializadas cobram uma taxa que varia de 0,3% 1% sobre o valor da operação.

O diretor de operações da Foxbit, Guto Schiavon, explica a operação de compra e venda de bitcoins é muito parecida com o mecanismo de ações. “Recomendo começar com pequenos valores para sentir se você suporta a volatilidade”, diz.

Os ganhos com a venda de bitcoins acima de R$ 35 mil sofrem tributação de 15% e precisam ser declarados no Imposto de Renda.

Regulação

Do ponto de vista tecnológico, as moedas digitais têm um potencial revolucionário como meio de pagamento e podem impactar o mundo assim como a internet.

Porém, como investimento financeiro, elas ainda não são reguladas pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Isso significa que ninguém controla os bitcoins e que não há garantias para o pequeno investidor.

Nesta semana, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, alertou sobre o risco de bolha e formação de pirâmide nas operações de bitcoin. A CVM também já alertou sobre os riscos de fraude e esquemas de pirâmides, além da moeda ser usada para lavagem de dinheiro e outras atividades ilícitas.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.