• BVSP 117.669,90 -0,5%
  • USD 5,6926 +0,0118
  • EUR 6,7616 +0,0000
  • ABEV3 15,43 -0,13%
  • BBAS3 29,27 +0,55%
  • BBDC4 25,25 +0,04%
  • BRFS3 23,91 -1,97%
  • BRKM3 43,57 -0,98%
  • BRML3 9,95 +1,95%
  • BTOW3 62,7 -0,85%
  • CSAN3 89,25 -0,45%
  • ELET3 35,45 -1,50%
  • EMBR3 16,02 -0,37%
  • Petróleo 57,58 +0,00%
  • Ouro 1.750,70 +0,00%
  • Prata 25,36 +0,00%
  • Platina 1.208,00 +0,00%

Quando é melhor fazer declaração do IR simplificada ou completa

Entenda a diferença entre os dois modelos de declaração do Imposto de Renda para enviar a sua até 30 de abril

São Paulo - Você tem até dia 30 de abril para declarar o Imposto de Renda 2018. Está em dúvida se é mais vantajoso fazer a declaração simplificada ou completa? Não há mistério.

Basta preencher as informações detalhadas, incluindo  todos os gastos dedutíveis, que o próprio programa da Receita mostra a melhor opção. No canto inferior esquerdo da tela, que mostra o valor do imposto a ser restituído ou a pagar, há um quadro comparativo dos dois modelos.

O quadro fica sempre exposto na tela. Assim, é possível comparar os modelos de tributação antes mesmo de terminar de preencher a declaração.

Se a declaração completa for mais vantajosa, basta clicar em “Por deduções legais”. Se for melhor a simplificada, é só clicar em “Por desconto simplificado”.

Como é feito o cálculo

O programa calcula se os gastos realizados em 2017 que podem ser abatidos da base de cálculo do IR ultrapassam 20% dos rendimentos ou até 16.754,34 reais.

Se sim, vale a pena preencher a declaração completa para pagar menos imposto, como explica o contador Alan Martins, professor de direito tributário do CERS Cursos Online.

Se não, o contribuinte deve optar pelo modelo simplificado. Nesse modelo, o abatimento único de 20%, até 16.754,34 reais, substitui todos os gastos dedutíveis.

Para quem ganha mais de 83.771,70 reais por ano (cerca de 6.980,97 reais por mês), o modelo completo é mais vantajoso. Isso porque o contribuinte vai abater menos de 20% da renda tributável, pois não poderá deduzir mais que o valor limite de 16.754,34 reais.

Quanto mais gastos dedutíveis, menor será a renda tributável e, consequentemente, o valor do imposto a pagar. Em geral, o modelo completo é mais indicado para quem tem mais tem mais de uma fonte de renda, dependentes e muitas despesas dedutíveis com saúde e educação.

Já a declaração simplificada é mais vantajosa para quem tem apenas uma fonte de renda, nenhum dependente e poucas despesas com educação e saúde.

A maioria dos contribuintes pode escolher entre o modelo simplificado ou completo. Apenas produtores rurais que têm prejuízo a compensar e contribuintes que queiram compensar o imposto já pago no exterior são obrigados a optar pela declaração completa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.