Plataforma vai oferecer seguro de bike por hora

Kakau pretende oferecer a modalidade de seguro recém-regulamentada pela Susep em setembro

Na pandemia as bikes começam a despontar como uma alternativa para evitar lotações no transporte público e, consequentemente, o contágio pelo coronavírus. De olho nessa demanda, a plataforma de seguros online Kakau, em parceria com as seguradoras Essor e Generali, planeja oferecer, a partir de setembro, um seguro para bicicletas que possa ser contratado por hora.

A modalidade se enquadra no seguro sob demanda, recém-regulamentado pela Susep, e deve custar entre R$ 6 a R$ 15 por hora, dependendo do valor da bicicleta. O foco será trechos curtos, que variam entre 1h e 3h. “Já temos a tecnologia pronta. Estamos terminando modelagens e interagindo com o regulador”, diz o CEO da plataforma, Henrique Volpi.

No início, a modalidade será oferecida em formato de teste, para poucos clientes. A ideia, explica Volpi, é que o serviço funcione de forma semelhante ao da Uber. “Queremos oferecer uma análise prévia e vistoria online. Depois, bastará o usuário acionar o seguro. Ele já saberá quanto vai custar e que poderá contar com a proteção no trecho”.

A Kakau já oferece um seguro liga e desliga para bikes desde o final do ano passado. A validade da proteção é mensal. Ou seja, o segurado pode contratar o seguro por um mês, não renovar a assinatura no mês seguinte e voltar a contratar o seguro no mês posterior, sem nenhum custo. O preço da proteção custa, em média, R$ 52 por mês.

A cobertura de bike pode incluir roubo e furto; roubo e furto qualificado; acidente e quebra, responsabilidade civil, assistência 24h e transporte e reboque.

O processo para contratar o seguro é todo online. É necessário estar apenas com cartão de crédito, um celular com câmera e a Nota Fiscal da bike. Uma tecnologia regulada pela Suep consegue fazer uma simulação da bicicleta, em tempo real, via celular. Basta o interessado enviar fotos da bike. A plataforma realiza toda a checagem e transmite as informações de maneira automática para a seguradora.

A plataforma também oferece seguro para smartphones e seguros residenciais por assinatura. O preço médio da proteção para celular é de R$ 36. O valor varia conforme o modelo de smartphones, e pode chegar a R$ 100 no caso de um iPhone 11, enquanto o tíquete médio do seguro residencial é R$ 29. A ideia é também oferecer esses seguros sob demanda no futuro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.