O mês mais barato para viajar para 8 países da América Latina

Levantamento do buscador de viagens Skyscanner mostra os meses mais caros e baratos e a antecedência ideal para planejar viagens para 8 cidades latinas

São Paulo – Com a intensa alta do dólar, cidades vizinhas na América Latina podem ser uma boa alternativa para quem quer viajar. O buscador de viagens Skyscanner levantou o mês mais barato e o mês mais caro para viajar para as oito cidades latinas mais buscadas pelos brasileiros.

A pesquisa leva em conta os preços médios de passagens aéreas. Em geral, é melhor fugir de julho e dezembro, os meses tradicionalmente mais caros para viajar. Junho, novembro e março podem ser períodos mais baratos, conforme o destino.

De São Paulo para Santiago, no Chile, por exemplo, é possível encontrar passagens a partir de 755 reais para novembro. Já para julho, o valor é a partir de 1.393 reais. 

O preço das passagens de São Paulo para Cancún, no México, também varia bruscamente de uma mês para outro. Para março, é possível encontrar passagens a partir de 2.213 reais. Já para julho, o valor é a partir de 2.785 reais.

O levantamento do Skyscanner também mostra a antecedência ideal para comprar passagens aéreas e garantir economia para essas cidades. O período varia entre 7 e 19 semanas, de acordo com o destino. 

A seguir, confira o mês mais caro, o mês mais barato e a antecedência ideal para viajar para oito cidades da América Latina: 

Destino Mês mais caro Mês mais barato Antecedência ideal
Buenos Aires (Argentina) Dezembro Junho 17 semanas
Santiago (Chile) Julho Novembro 10 semanas
Cancún (México) Julho Março 8 semanas
Montevidéu (Uruguai) Dezembro Junho 19 semanas
Lima (Peru) Dezembro Novembro 8 semanas
Bogotá (Colômbia) Dezembro Março 10 semanas
Havana (Cuba) Dezembro Maio 7 semanas
La Paz (Bolívia) Janeiro Junho 9 semanas

 

 

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.