• BVSP 120.294,68 pts +0,0%
  • USD R$ 5,6540 -0,0004
  • EUR R$ 6,7661 -0,0098
  • ABEV3 R$ 15,81 +0,00%
  • BBAS3 R$ 29,6 +0,00%
  • BBDC4 R$ 25,8 +0,00%
  • BRFS3 R$ 24,27 +0,00%
  • BRKM3 R$ 46,86 +0,00%
  • BRML3 R$ 9,71 +0,00%
  • BTOW3 R$ 67,07 +0,00%
  • CSAN3 R$ 90,16 +0,00%
  • ELET3 R$ 34,38 +0,00%
  • EMBR3 R$ 16,14 +0,00%
  • Petróleo US$ 66,50 +0,42%
  • Ouro US$ 1.745,40 +0,52%
  • Prata US$ 25,53 +0,00%
  • Platina US$ 1.188,80 +1,14%

Estado de SP abre parcelamento de IPVA atrasado em até 10 vezes

Imposto de 2019 e de anos anteriores poderão ser divididos no boleto

A partir desta quarta-feira, 23, o imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) atrasado de 2019 e anos anteriores em São Paulo poderão ser parcelados em até 10 vezes, no boleto.

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE/SP), responsável pela cobrança dos tributos estaduais inscritos em dívida ativa, vai abrir a possibilidade para a população parcelar as dívidas dos IPVAs pendentes, do ano passado e dos anteriores. Além disso, os acordos não cumpridos em outros parcelamentos poderão ser refeitos.

Desde dezembro de 2018, a PGE/SP permite parcelamento do imposto que está pendente. Vale lembrar que 50% dos valores arrecadados vão para o município em que a placa do veículo está cadastrada.

O parcelamento do IPVA é acessível, pois seus acréscimos são calculados conforme o valor da Selic. Além disso, o parcelamento permite a regularização do veículo viabilizando seu licenciamento e possibilitando tirar o débito do protesto, após o recolhimento das custas no cartório.

Este ano, a estimativa é realizar 600.000 acordos entre os débitos de 2018 e 2019 e os IPVAs anteriores que já haviam sido parcelados. Em 2019, foram realizados 103.787 parcelamentos.

Como parcelar

Qualquer cidadão pode realizar o parcelamento, mesmo que não seja o titular do veículo.

Após consultar os débitos no site da PGE/SP com o número do documento do veículo, o contribuinte poderá liquidar ou parcelar os débitos no portal de Dívida Ativa.

No site, deve clicar em “Consultar débitos”. O sistema retornará com as dívidas referentes ao veículo que poderão ser parceladas.

Ao escolher a opção “Parcelamento”, o sistema enviará o contribuinte para outra página onde ele poderá escolher as condições de pagamento.

Ao finalizar o procedimento, o contribuinte poderá emitir o termo de adesão ao acordo e as guias de recolhimento.

Os boletos são emitidos pelo site e o pagamento pelo código de barras poderá ser feito nas agências bancárias ou lotéricas.

Em caso de dúvidas, o site da Dívida Ativa possui uma área com os manuais de parcelamento e de IPVA, além de um canal de atendimento à população.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.