• BVSP 119.371,48 pts -0,6%
  • USD R$ 5,4445 -0,1249
  • EUR R$ 6,5416 -0,1624
  • ABEV3 R$ 15,9 +1,79%
  • BBAS3 R$ 29,82 -0,93%
  • BBDC4 R$ 23,15 -0,47%
  • BRFS3 R$ 23,3 -2,14%
  • BRKM3 R$ 51,07 -1,31%
  • BRML3 R$ 9,62 -2,04%
  • BTOW3 R$ 64,69 -1,54%
  • CSAN3 R$ 93,5 +0,98%
  • ELET3 R$ 35,6 +1,02%
  • EMBR3 R$ 15,04 -0,27%
  • Petróleo US$ 65,73 +0,23%
  • Ouro US$ 1.784,70 +0,04%
  • Prata US$ 26,18 -0,08%
  • Platina US$ 1.206,60 -0,08%

Caixa reduz juro do cheque especial de 2,9% para 1,8% ao mês

Presidente do banco, Pedro Guimarães, fez anúncio em transmissão na internet com Jair Bolsonaro e disse que taxa é menor que a de crédito pessoal

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou na noite desta quinta-feira, em transmissão ao vivo ao lado do presidente Jair Bolsonaro, que o banco reduziu a taxa de juros do cheque especial de 2,9% para 1,8% ao mês.

A taxa média do cheque especial nos bancos brasileiros fechou junho em 6,67% ao mês, de acordo com dados do Banco Central, o que equivale a 117% ao ano. A nova taxa da Caixa, de 1,8% ao mês, equivale 23,9% ao ano.

— Nunca vi nada parecido. É basicamente a menor taxa, até mais baixa que de crédito pessoal — comentou Guimarães.

O presidente da Caixa acrescentou que espera reduzir ainda mais a taxa, já que o juro básico da economia, a taxa Selic, está em 2,25% ao ano, menor patamar da história.

Segundo ele, é possível fazer novas reduções e ainda manter a rentabilidade do banco.

Bolsonaro comentou que não quer que ninguém se endivide ou "vá para o cheque especial", mas recomendou que, aqueles que precisarem, recorram à Caixa.

— Como eu não entendo de economia e tá dando certo, quero continuar não entendendo — afirmou o presidente, depois de dizer que “alguns dizem que taxa Selic vai baixar mais ainda”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.