Via Varejo renova máxima histórica após divulgar dados de vendas

Dona das Casas Bahia e Ponto Frio mostrou na madrugada desta terça o desempenho de vendas online no seu próprio Twitter, mas que logo depois foram apagados

As ações da Via Varejo renovaram máximas nesta terça-feira, após a companhia divulgar dados sobre vendas online em maio e junho que referendaram apostas de resultado forte no segundo trimestre.

A dona das redes Casas Bahia e Ponto Frio mostrou na madrugada desta terça-feira o desempenho de vendas online em determinadas categorias no período de 1 de maio a 21 de junho ante 3 de maio e 23 de junho de 2019, após publicar os dados no seu próprio Twitter na segunda-feira, antes de serem apagados. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) afirmou que a divulgação dos dados está sendo analisada em processo administrativo.

Em fato relevante que acabou sendo divulgado apenas no final da noite, a Via Varejo disse que, considerando as vendas por categoria para consumidores finais (1P B2C) no canal online, a de games/câmera mostrou incremento de 859%, seguida por informática (+475%), queimadores (+418%), televisores (+382%), telefonia (+354%), refrigeração (+283%), lavadoras (+248%) e som(232%).

Por ‘Best Seller’ na categoria, os números foram ainda mais fortes, com as vendas games/câmera crescendo 2.507%, seguidas por televisores (+1.899%), som (+1.518%), informática (+1.453%), telefonia (+1.095%), queimadores (+746%), refrigeração (+400%) e lavadoras (+308%).

As ações da companhia dispararam após a divulgação dos números na conta oficial da Via Varejo no Twitter na véspera, reverberando em outras ações ligadas ao comércio eletrônico.

Nesta manhã, por volta das 10:50, as ações da Via Varejo subiam 2,5%, a 21,70 reais, tendo chegado a 22,36 reais na máxima nos primeiros negócios, enquanto o Ibovespa subia 0,5%. No setor, Magazine Luiza cedia 0,2%, perdendo o fôlego da abertura, e B2W subia 2%.

Os três papéis renovaram cotação recorde intradia nesta sessão, com Magazine Luiza chegando a 89,50 reais e B2W alcançando 123,26 reais.

O analista Felipe Reboredo, da Safra Corretora, ponderou em nota a clientes que os dados das operações divulgados pela empresa são fortes e que os números reais serão positivos, mas menos dinâmicos. “Nossas sondagens indicam estabilidade de GMV no segundo trimestre de 2020 (para online e lojas físicas), com uma queda de quase 10% nas vendas líquidas”, afirmou.

A equipe do Itaú BBA afirmou também em nota a clientes que, embora reconheça o forte aumento nas vendas online da empresa no período, o mercado já precificou os dados na véspera.

A Via Varejo afirmou no fato relevante que a publicação dos dados na manhã da segunda-feira no Twitter “não foi autorizada e não é política da companhia divulgar este tipo de informação”.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.