Saída de diretor derruba as ações do Snapchat em Nova York

Tim Stone renunciou ao cargo em menos de um ano

São Paulo –  As ações da Snap, controladora da rede social Snapchat, registravam forte desvalorização na Bolsa de Valores de Nova York nesta quarta-feira. Os papéis caíam 11% e eram negociados por US$ 5,88.

A notícia de que o diretor-financeiro da companhia, Tim Stone renunciou ao cargo foi mal recebida pelos investidores. O executivo assumiu o cargo de CFO em maio de 2018.

Segundo o comunicado enviado ao mercado, a saída do executivo não está relacionada a nenhum desacordo entre ele e a empresa em assuntos como contabilidade, estratégia, administração, operações, políticas, assuntos regulatórios ou práticas financeiras ou outras.

A Snap informou ainda que a data de saída de Stone ainda não está definida e que ele ajudará a encontrar um substituto.

A companhia vive dias difíceis em relação a permanência de seus executivos. Em novembro, ex-chefe de conteúdo da Snap, Nick Bell, anunciou sua saída. Em outubro foi a vez de Steve LaBella, vice-presidente de marketing após a renúncia do diretor de estratégia, Imran Khan.

As ações da Snap estão em forte derrocada na Nyse. Em um ano, os papéis eram negociados na casa dos 13,50 dólares. Hoje, eram vendidos em 6,54 dólares, ou seja, uma desvalorização de mais de 50%.

Atualmente, o valor de mercado da Snap é de 7,53 bilhões de dólares, bem abaixo dos 24 bilhões de dólares estimados quando a companhia fez sua estreia na bolsa americana, em maio de 2017.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.