Pugliesi volta às redes, agora como trader: “Nasci pra isso”

A influenciadora ficou afastada das redes após a perda milionária de patrocínios por ter dado uma festa em meio à pandemia

Afastada das redes sociais após a perda milionária de patrocínio por ter dado uma festa em meio à pandemia do novo coronavírus, a influenciadora fitness Gabriela Pugliesi agora se declara trader da bolsa de valores, ou seja, aquele investidor que compra e vende ações em um mesmo dia.

Na quarta-feira, 22, ela retornou ao Instagram e publicou vídeos rebatendo as críticas que tem recebido na rede social: “Eu sei que eu errei. Ninguém sente o que eu sinto”, disse ela, ressaltando também ter sido atacada depois de postar o vídeo desabafando sobre os dias difíceis que viveu. “Qualquer coisa que eu dissesse, iriam falar alguma coisa. Iriam criticar, jogar ódio, julgar. Pensei muito antes de falar, fazer vídeo”, seguiu.

A influencer também revelou que descobriu um novo interesse. “Estou operando na bolsa! Nunca na minha vida pensei que fosse fazer isso e amar”, afirmou em um vídeo publicado em seu Instagram nessa quinta-feira, 24.

Aos internautas, ela contou que acompanha um “morning call” — programa que fornece informação aos investidores antes da abertura do pregão — e que é grata a seus mentores, que “abriram muitas portas” para que ela começasse a investir. “Compro e vendo todo dia, faço tudo pelo ‘profit’ e já me dei bem, viu? Só ontem tomei um nabo do Banco do Brasil e ainda estou digerindo”, afirmou no vídeo. 

Gabriela também agradeceu ao trader Rafael Ferri, dono de uma plataforma de cursos para investidores.

Pugliesi não é a única a se aventurar. Muitos investidores iniciantes são atraídos pelas promessas de grandes ganhos em um curto espaço de tempo através da modalidade de day trade. A prática envolve comprar e vender ativos rapidamente — geralmente no mesmo dia. Aproveitando a volatilidade dos mercados, os ganhos podem ser expressivos, mas as perdas, maiores ainda.

Um estudo divulgado no ano passado pela Fundação Getulio Vargas (FGV-SP) comprovou que as pessoas mais perdem do que ganham com a prática de day trade. Os economistas Bruno Giovannetti e Fernando Chague analisaram o desempenho de 20.000 investidores que, entre 2012 e 2017, adotaram a modalidade de day trade. Nos que insistiram nesse tipo de estratégia, 97% perderam dinheiro — e o grupo acumulou um prejuízo de mais de 68 milhões de reais.

No Twitter, foi criado o perfil Pugliesi Trader, onde ironiza-se o fato de a influencer estar se declarando trader. “Não me mandem mais roupas de malhar, agora quero coletinho”, diz em postagem.

“Estamos sabendo que blogueira fitness agora está operando ações. Strong short Brazil”, ironizou o perfil Faria Lima Elevator.

Faria Lima Elevator ironizou a influencer Gabriela Pugliesi nas redes sociais. Faria Lima Elevator ironizou a influencer Gabriela Pugliesi nas redes sociais.

Faria Lima Elevator ironizou a influencer Gabriela Pugliesi nas redes sociais. (Twitter/Reprodução)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.