• BVSP 121.113,93 pts +0,3%
  • USD R$ 5,5873 -0,0014
  • EUR R$ 6,7334 +0,0370
  • ABEV3 R$ 15,85 -0,13%
  • BBAS3 R$ 29,75 +0,37%
  • BBDC4 R$ 26,17 +1,43%
  • BRFS3 R$ 23,62 -2,80%
  • BRKM3 R$ 50,09 +3,24%
  • BRML3 R$ 9,8 +0,20%
  • BTOW3 R$ 68,22 +0,04%
  • CSAN3 R$ 90,81 -0,27%
  • ELET3 R$ 35,46 +3,68%
  • EMBR3 R$ 15,81 -0,94%
  • Petróleo US$ 64,89 +0,00%
  • Ouro US$ 1.791,30 +0,00%
  • Prata US$ 26,32 +0,00%
  • Platina US$ 1.208,10 +0,00%

Peso argentino tem maior desvalorização desde 2015

Moeda chegou a cair mais de 30% após as primárias presidenciais no fim de semana

O peso argentino sofreu forte queda, um dia após a chapa da ex-presidente Cristina Kirchner com Alberto Fernández sair com 15% de vantagem nas primárias das eleições presidenciais da Argentina, realizadas no último fim de semana. O atual presidente, Maurício Macri, ficou na segunda colocação.

A moeda argentina chegou a cair 30% frente ao dólar.  Durante o dia, o peso chegou a ter a maior desvalorização desde o fim do controle cambial no país, em de dezembro de 2015, e a segunda maior desde 2002.

No fechamento, o peso caiu 12,28%, negociado a 0,0764 reais na venda.

O principal índice do mercado da bolsa de valores da Argentina, o Merval, também sofreu grande desvalorização. Às 11:16, o índice se depreciava 11,20% a 39.542 pontos. Na sexta-feira (9), o Merval se valorizou 7,94%.

Analistas do Bank of America Merrill Lynch dsseram que a escala da vitória de Fernández foi muito mais extrema do que seu cenário "pessimista". "Esperamos vendas significativas em ativos cambiais e forte pressão no ARS (peso argentino), com potencial desvalorização nas próximas semanas", disseram eles em nota.

Em relatório enviado a clientes, analistas da Rico Investimentos afirmaram que o mercado “odiou” o resultado porque “o governo de Cristina Kirchner adotou um modelo econômico que praticamente afundou a economia para a crise que ainda se encontra, nacionalizando empresas, manipulando dados oficiais e provocando repulsa aos investidores”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.