Moody’s rebaixa Eletrobras por corte em tarifas

Receitas irão cair dramaticamente, avalia a agência de avaliação de crédito

São Paulo – A Moody’s rebaixou o rating da Eletrobras (ELET3) de Baa2 para Baa3 por conta do corte nas tarifas a partir do ano que vem como resultado do plano do governo federal para baratear o custo da energia no país. Aproximadamente 1,75 bilhão de dólares em títulos são afetados pelo corte. A perspectiva é negativa.

Segundo o comunicado enviado pela agência, a posição favorável à Medida Provisória 579 que altera as regras de concessão do setor, irá “reduzir dramaticamente as receitas e Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) anuais em montante estimado de 8 bilhões de reais em 2013”, calculam os analistas Jose Soares e William L. Hess.

“A perspectiva negativa reflete não apenas a esperada deterioração das métricas de crédito da companhia durante o médio prazo, mas também algumas incertezas remanescentes sobre como a empresa será capaz de simplificar e reduzir os custos operacionais”, ressalta a agência Moody’s. As ações da empresa caíram 3% nesta quarta-feira.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.