Merval fecha estável; IPSA e IGBC, em baixa

Na Argentina, o volume financeiro foi de 57 milhões de pesos (US$ 12,1 milhões), com 37 ações fechando em alta, 35 em queda e 13 estáveis

O índice Merval da Bolsa de Comércio de Buenos Aires fechou nesta terça-feira em leve alta de 0,06%, para 2.533,42 pontos. Já o Índice Geral da Bolsa caiu 0,42%, para 148.250,60 pontos, e o Merval 25 avançou 0,04%, fechando aos 2.554,04.

O volume financeiro foi de 57 milhões de pesos (US$ 12,1 milhões), com 37 ações fechando em alta, 35 em queda e 13 estáveis. Entre os líderes, as ações que mais ganharam foram as de Sociedad Comercial del Plata (11,99%), Petrobras Argentina (1,43%) e YPF (0,70%).

Pelo contrário, fecharam com sinal negativo os títulos de Siderar (-2,07%), Petrobras (-1,77%) e Telecom Argentina (-1,50%). No mercado de câmbio, o dólar subiu levemente, cotado a 4,65 pesos para compra e a 4,70 pesos para venda.

O principal indicador da Bolsa de Valores de Santiago do Chile, o IPSA, fechou nesta terça-feira em baixa de 0,28%, para 4.199,13 pontos. Já o índice geral da bolsa chilena (IGPA) registrou queda de 0,22%, para 20.436,28 pontos.

O giro financeiro do pregão foi de 80,5 bilhões de pesos (US$ 171,42 milhões) em 9.934 operações.

O índice geral da Bolsa de Valores da Colômbia (IGBC) fechou nesta terça-feira em baixa de 1,31%, para 13.973,20 pontos. O giro financeiro do dia foi de 222,010 bilhões de pesos (US$ 123,38 milhões) em 3.481 operações.

O Índice de Preços e Cotações (IPC) da Bolsa Mexicana de Valores (BMV) fechou nesta terça-feira em baixa de 0,85%, para 40.215,35 pontos. O giro financeiro do dia foi de 20,286 bilhões de pesos (US$ 1,577 bilhão).

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.