Ibovespa volta a fechar acima dos 100 mil pontos depois de mais de um mês

Nancy Pelosi se diz "otimista" com possibilidade de acordo sobre novo pacote de estímulos antes das eleições americanas, mas adia prazo final

O Ibovespa subiu 1,91%% e encerrou em 100.539,83 pontos nesta terça-feira, 20. Esta foi a primeira vez que o principal índice da B3 fechou acima dos 100.000 pontos desde 17 de setembro. Para entender como a política deve seguir dando o tom na bolsa, acompanhe as análises da EXAME Research.

Parte do movimento de alta da bolsa brasileira se deu em razão do bom humor dos investidores com a possibilidade de republicanos e democratas chegarem a um acordo sobre um novo pacote de estímulo nos Estados Unidos. Nesta terça, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, afirmou estar "otimista" sobre as negociações, mas voltou atrás sobre o prazo final, que seria hoje.

Em entrevista à Bloomberg, Pelosi que afirmou que hoje não seria o dia do acordo, mas o de ter os termos sobre a mesa para que pudessem avançar para a próxima etapa. "A legislação leva muito tempo."  Por outro lado, o líder da maioria do Senado, o republicano Mitch McConnell já se prontificou a aprovar um pacote mais abrangente, caso este seja o acordo entre Pelosi e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin.

“Por mais que haja indícios de que as partes estão dialogando, o risco de não-entendimento e consequente adiamento das medidas para depois das eleições ou apenas para 2021 inspira prudência entre os investidores”, avaliam analistas da Exame Research. O sinal dessa maior cautela é visível nos mercados internacionais, com o dólar operado de forma mista contra moedas emergentes.

"Os Estados Unidos dependem muito de um novo pacote de estímulo. Os números da economia ainda não são bons", afirma Gustavo Bertotti, economista da Messem.

 Bancos

Com grande participação no Ibovespa, os grandes bancos foram os principais responsáveis pela retomada dos 100.000 pontos. Em mais um pregão de boa performance, as ações do Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander encerraram com respectivas altas de 3,98%, 4,32%, 4,61% e 2,42%. "O mercado está se posicionando em bancos, com a possibilidade de reduzirem os provisionamentos nos balanços do terceiro trimestre", afirma Régis Chinchila, analista da Terra Investimentos. Os resultados trimestrais dos grandes bancos começam a ser divulgados já na próxima semana, com o balanço do Santander, na terça-feira, 27. Também do setor financeiro, as ações do banco de investimento BTG Pactual (do grupo controlador da Exame) figurou entre as maiores altas do dia, subindo 5,53%., enquanto as da B3 avançaram 3,14%

Petrobras

A Petrobras também teve grande contribuição sobre a alta do Ibovespa, com suas ações ordinárias subindo 3,90% e as preferenciais 3,79%. "A alta acompanhou um pouco da valorização do petróleo. O setor ainda está muito desvalorizado", comenta Bertotti.

Vale

Apesar da forte alta dos bancos e da Petrobras, as ações da Vale, que também tem peso relevante no índice, recuaram 0,18%, após divulgar o relatório de produção e vendas do terceiro trimestre. Os dados mostram uma evolução na parte operacional, mas sem grandes surpresas", comentam analistas da Research.

CSN

As ações da CSN subiram 5,19%, após a companhia registrar o pedido de IPO para sua área  de mineração, que pode ser a maior oferta maior do ano. A expectativa é que parte dos recursos obtidos com a operação sirva para financiar projetos futuros e reduzir o nível de alavancagem.

Contrutoras

Atravessando um bom momento operacional, com recorde de vendas no terceiro trimestre e queda de juros sobre o financiamento de imóveis, as ações de construtoras também encerraram entre as maiores altas, com os papéis da EZTec subindo 5,63% e encerrando na liderança do Ibovespa. Do mesmo setor, as ações da MRV e Helbor subiram 4,25% e 3,87%, respectivamente.

C&A

Entre as maiores quedas da sessão estão os papéis da C&A, que se desvalorizaram 3,5%. Na véspera, o ativo encerrou com alta de mais de 7%, após o Valor noticias que a controladora da companhia, COFRA Holding, pode vender a operação brasileira da empresa. Em fato relevante, a COFRA holding apenas confirmou que nenhum processo está em andamento e que continua apoiando o negócio no Brasil.

Embraer

As ações da Embraer subiram 2,94%, após a empresa informar a venda de 28 jatos no terceiro trimestre, sendo sete comerciais e 21 executivos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.