Ibovespa recua 0,20% hoje, mas sobe 1,66% na semana

São Paulo – Os preparativos para o carnaval proporcionaram uma tarde sem atrativos no mercado acionário doméstico. O índice Bovespa passou o período vespertino estacionado no terreno negativo. Alguma melhora foi vista no final, puxada pelas ações da Petrobras. O Ibovespa foi para o vermelho ainda pela manhã, acompanhando o sinal externo, que reagiu à alta do petróleo e ao número menor que o esperado de vagas de trabalho criadas em fevereiro nos Estados Unidos.

O Ibovespa terminou o dia em queda de 0,20%, aos 68.012,10 pontos. Na mínima, registrou 67.514 pontos (-0,93%) e, na máxima, os 68.220 pontos (+0,11). Na semana, o índice acumulou alta de 1,66% e no mês o ganho acumulado é de 0,93%. Desde o começo do ano, no entanto, o índice tem perda de 1,86%. O giro totalizou R$ 5,719 bilhões. Os dados são preliminares.

O fato de o pregão da Bolsa brasileira só voltar a funcionar na próxima quarta-feira, a partir das 13 horas, levou os investidores embolsarem os ganhos recentes na sessão de hoje. E usaram, para isso, o dado de emprego nos EUA e a alta do petróleo como justificativas. O relatório do mercado de trabalho norte-americano ficou ligeiramente abaixo do previsto, com a criação de 192 mil vagas em fevereiro, ante previsão de 200 mil. Mas a taxa de desemprego nos EUA foi melhor: 8,9%, ante previsão de 9,1%, a primeira vez abaixo de 9% desde abril de 2009.

Já o salto do petróleo foi puxado pela situação tensa na Líbia, com notícias de que uma refinaria teria sofrido um incêndio e quatro pessoas morreram em confrontos próximo ao complexo de petróleo em Ras Lanuf, 600 quilômetros a leste da capital, Trípoli. O petróleo tipo Brent negociado na ICE atingiu US$ 116,49 na máxima do dia e, em Nova York, o petróleo WTI atingiu US$ 104,60.

O Dow Jones terminou em baixa de 0,72%, aos 12.169,88 pontos, o S&P-500, de -0,74%, aos 1.321,15 pontos, e o Nasdaq de -0,50%, aos 2.784,67 pontos. As bolsas europeias também recuaram hoje.

A alta do petróleo, de novo, puxou o desempenho das ações da Petrobras, que terminaram com ganhos. Petrobrás ON avançou 1,48% e a PN, 0,41%, mesmo com a negativa, pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, de que a estatal estaria preparando um aumento de combustíveis para depois do carnaval, conforme veiculado na imprensa.

Vale ON terminou em baixa de 1,68% e Vale PNA, de -1,11%.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.