Ibovespa fecha em queda com temores sobre vídeo de Bolsonaro

Apesar de preocupação com conteúdo da gravação, bolsa encerra semana em alta de 5,95%

A bolsa brasileira fechou em queda, nesta sexta-feira, 22, com o mercado à espera da divulgação do vídeo da reunião ministerial do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com a CNN, o ministro do Supremo Tribunal Federal decidiu quebrar o sigilo do vídeo. Com isso, o Ibovespa fechou em queda de 1,03%, em 82.173,21 pontos.

“Se não fosse pelo vídeo, estaríamos no positivo”, afirmou Jason Vieira, economista-chefe da Infinity Asset.

“Há o risco de o conteúdo causar pânico no mercado. Então, hoje é um dia mais complicado para ficar comprado em ações”, disse Marcel Zambello, analista da Necton Investimentos.

A preocupação com a política externa se contrapõe ao otimismo da véspera, quando, na contramão dos mercados internacionais, o Ibovespa subiu mais de 2%, após a trégua entre Bolsonaro e governadores.

“Hoje, a tensão política volta a ficar nítida. Se tiver conteúdo que coloque o presidente numa situação delicada, pode piora ainda mais”, disse Panonko.

Além da preocupação com o vídeo da reunião ministerial, o mercado aproveitou para realizar lucros de curtíssimo prazo, tendo em vista que a bolsa vinha de uma alta acumulada de 7,01% desde segunda-feira. Após a queda de hoje, o índice encerrou a semana com alta de 5,95%.

“A gente tem visto o mercado ser mais defensivo quando é sexta-feira, já que o fim de semana tem reservado acontecimentos políticos negativos”, disse Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos.

Com a queda de hoje, a bolsa brasileira volta a andar na contramão do mercado americano, que subiu nesta sexta. Pela manhã, os principais índices dos Estados Unidos chegaram a ficar em terreno negativo, com a preocupação escalada de tensões sino-americanas, após a China anunciar que pretende impor leis de segurança nacional em Hong Kong.  

Na véspera, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que poderia reagir “fortemente” se a China seguir com seus planos de impor leis de segurança nacional em Hong Kong. Mas o assunto perdeu força ao longo do dia e as bolsas americanas fecharam em leve alta.

“O Trump acabou ficando mais quieto. Hoje falta de notícia é boa notícia”, disse Vieira.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.