Cigarro tem tirado o fôlego da Souza Cruz na bolsa

Corretora destaca que a empresa está perdendo volume de vendas; papéis perdem 14% no ano

São Paulo – O mercado definitivamente não gostou do resultado apresentado pela Souza Cruz (CRUZ3). As ações ordinárias da fabricante de cigarros caíam 2% e estavam entre as maiores quedas do Ibovespa nesta terça-feira.

A Souza Cruz registrou lucro líquido consolidado de R$ 412 milhões no terceiro trimestre de 2013, o que representa queda de 0,88% ante o apurado no mesmo período do ano passado.

Entre julho e setembro deste ano, a receita de venda de bens e/ou serviços da companhia recuou 9,55% na comparação com igual intervalo de 2012, para R$ 1,4 bilhão. Entre janeiro e setembro, a receita caiu 3,63%, para R$ 4,4 bilhões.

“Os resultados da Souza Cruz vieram fracos e aquém do esperado pelo mercado. O destaque negativo desse resultado foi a redução das exportações de fumo, que afetaram significativamente o desempenho do resultado consolidado”, destaca o relatório da XP Investimentos.

A corretora destaca que, mesmo considerando que a empresa pode recuperar parte das exportações de fumo no quarto trimestre, ainda assim foi observado que a Souza Cruz está perdendo volume de vendas. “Considerando seus elevados múltiplos, esperamos uma reação negativa do mercado em relação ao balanço e não recomendamos exposição”, conclui o relatório.

As ações da Souza Cruz registram queda de 15% no acumulado de 2013, enquanto o Ibovespa, principal referência da bolsa brasileira, perde 7%.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.