• BVSP 121.113,93 pts +0,3%
  • USD R$ 5,5966 +0,0080
  • EUR R$ 6,7334 +0,0370
  • ABEV3 R$ 15,85 -0,13%
  • BBAS3 R$ 29,75 +0,37%
  • BBDC4 R$ 26,17 +1,43%
  • BRFS3 R$ 23,62 -2,80%
  • BRKM3 R$ 50,09 +3,24%
  • BRML3 R$ 9,8 +0,20%
  • BTOW3 R$ 68,22 +0,04%
  • CSAN3 R$ 90,81 -0,27%
  • ELET3 R$ 35,46 +3,68%
  • EMBR3 R$ 15,81 -0,94%
  • Petróleo US$ 66,70 -0,10%
  • Ouro US$ 1.788,70 +0,48%
  • Prata US$ 26,23 +0,48%
  • Platina US$ 1.220,80 +1,00%

Bovespa recua após 5 altas e Petrobras lidera perdas

Investidores também estão atentos às discussões relacionadas à meta fiscal, já que o governo pretende definir nesta terça-feira o déficit fiscal para 2017

São Paulo - A Bovespa recuava nos primeiros negócios desta terça-feira, com o cenário externo desfavorável corroborando uma realização de lucros no pregão brasileiro após cinco sessões de alta.

Às 10:56, o Ibovespa caía 1,11 por cento, a 51.984,41 pontos. O volume financeiro somava 854 milhões de reais. Nos últimos cinco pregões, o Ibovespa acumulou alta de 6,75 por cento.

No exterior, Wall Street voltava do feriado com perdas, com o S&P 500 em baixa de 0,76 por cento, assim como as commodities, com destaque para o recuo dos preços do petróleo .

Investidores também estão atentos às discussões relacionadas à meta fiscal. O governo pretende definir nesta terça-feira o déficit fiscal para 2017.

Destaques

- PETROBRAS tinha as preferenciais em baixa de 4,66 por cento e as ordinárias cedendo 4,3 por cento, na esteira do recuo dos preços do petróleo. Também repercutia nota publicada na Coluna do Estadão de que o presidente da estatal, Pedro Parente, teria avaliado que como realista um montante de 15 bilhões de dólares a ser devolvido no espaço de cinco anos pela companhia a minoritários em processo nos Estados Unidos.

- VALE mostrava as preferenciais em queda de 1,11 por cento e as ordinárias recuando 0,8 por cento, também alinhadas à fraqueza de commodities, incluindo minério de ferro à vista <.IO62-CNI=SI>. O viés negativo era acompanhado pelas siderúrgicas, com CSN à frente, em baixa de 2,3 por cento.

- ECORODOVIAS e CCR também figuravam na ponta negativa do Ibovespa, em baixa de 2,6 e 2,2 por cento, respectivamente, em sessão de alta das taxas futuras longas.

- ITAÚ UNIBANCO caía 0,45 por cento, em sessão negativa para o setor bancário como todo, reforçando o ajuste negativo no pregão doméstico.

- QUALICORP valorizava-se 0,5 por cento.

Analistas do BTG Pactual escreveram a clientes afirmando que aumento forte de preço deve compensar no resultado do segundo trimestre o menor crescimento de base e a perda de membros da Unimed Paulistana no último trimestre de 2015, assegurando um crescimento sólido das receitas na base anual.

- CESP subia 1,14 por cento, entre as poucas altas da sessão, conforme o setor elétrico como um todo segue beneficado na bolsa por expectativas de aquisições, tendo ainda suporte em relatório do banco JPMorgan elevando recomendação para as ações para "overweight". CPFL Energia e CEMIG recuavam após forte altas na véspera.

- GOL, que não está no Ibovespa, subia 2,2 por cento, recuperando-se de forte perda na véspera. Favorecia a recuperação notícia do jornal Valor Econômico de que o governo pretende apoiar uma iniciativa do Senado para reduzir o custo das empresas aéreas com querosene de aviação, fixando em 12 por cento o teto de ICMS sobre o combustível.

Texto atualizado às 11h07

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.