Bovespa acompanha NY e fecha perto do zero

São Paulo – O principal índice das ações brasileiras fechou praticamente estável nesta quinta-feira, em um dia de variações modestas em sintonia com a cautela do mercado internacional.

O Ibovespa <.BVSP> teve variação positiva de 0,11 por cento, para 66.764 pontos. O volume financeiro do pregão foi de 6,64 bilhões de reais.

“O mercado está bastante indefinido”, disse o operador da corretora BGC Liquidez Leonardo Bardese, citando a instabilidade política no Egito e o importante indicador de emprego na sexta-feira nos Estados Unidos como os principais motivos para a ausência de uma tendência clara.

Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones <.DJI> também estava perto da estabilidade a poucos minutos do fechamento, com dificuldades para estender os ganhos após alcançar recentemente os maiores níveis em cerca de dois anos e meio.

Com os maiores volumes do pregão, o desempenho positivo das ações de petrolíferas ajudou a sustentar o Ibovespa no fim do dia. A preferencial da Petrobras subiu 0,83 por cento, a 28,03 reais, e a ação da OGX teve alta de 1,82 por cento, a 17,35 reais, recuperando-se após ter fechado no menor nível em mais de seis meses na véspera.

Entre as maiores altas do índice ficaram as produtoras de aço, com Usiminas ON subindo 3,50 por cento, a 26,03 reais. A ação ordinária da empresa tem se valorizado com o interesse da também siderúrgica CSN em aumentar a participação estratégica na companhia.

Já as ações de empresas de cartões de crédito estiveram entre as maiores baixas, após a queda de 13,4 por cento do lucro da Redecard no quarto trimestre. [ID:nN03197167]

Redecard caiu 2,59 por cento, a 18,80 reais, e a concorrente Cielo cedeu 2,66 por cento, a 11,36 reais.

“Reiteramos nossa recomendação de ‘underperform’ (abaixo da média do mercado) e mantemos a postura cautelosa com o setor devido à erosão mais rápida do que o esperado nos preços, a qual deve continuar neste semestre”, afirmaram os analistas Jorg Friedemann, Jose Barria e Renato Schuetz, do Bank of America Merrill Lynch.

Quem também divulgou resultados e decepcionou o mercado foi Santander Brasil , com queda de 1,99 por cento, a 18,70 reais. A instituição fechou 2010 com ganho líquido de 7,382 bilhões de reais pelo critério contábil IFRS, ante os 5,508 bilhões de reais de 2009. [ID:nN03221099]

“Não foi exatamente o que todos nós gostaríamos de ver”, afirmaram analistas do Barclays, em relatório.

A ação PN da Vale , que teve estimativa de lucro por ação elevada pelo banco de investimento Goldman Sachs [ID:nN03269622], teve ligeira alta, de 0,10 por cento, a 51,20 reais.

Fora do índice, as ações da Sonae Sierra estrearam com queda de 1,55 por cento, a 19,69 reais, após uma oferta inicial de ações (IPO) com fraca demanda.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.