• BVSP 121.113,93 pts +0,3%
  • USD R$ 5,5873 -0,0014
  • EUR R$ 6,6964 +0,0000
  • ABEV3 R$ 15,85 -0,13%
  • BBAS3 R$ 29,75 +0,37%
  • BBDC4 R$ 26,17 +1,43%
  • BRFS3 R$ 23,62 -2,80%
  • BRKM3 R$ 50,09 +3,24%
  • BRML3 R$ 9,8 +0,20%
  • BTOW3 R$ 68,22 +0,04%
  • CSAN3 R$ 90,81 -0,27%
  • ELET3 R$ 35,46 +3,68%
  • EMBR3 R$ 15,81 -0,94%
  • Petróleo US$ 65,81 +0,00%
  • Ouro US$ 1.782,20 +0,00%
  • Prata US$ 26,32 +0,00%
  • Platina US$ 1.215,10 +0,00%

Bolsas da China sobem com receio menor sobre aperto de liquidez

Índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,91 por cento

Xangai / Sydney - Os mercados da China se recuperaram nesta quarta-feira diante da redução dos receios de um aperto de liquidez no sistema bancário após um escândalo envolvendo títulos, além de uma promessa de aprofundar as reformas nos setores estatais.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,91 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,15 por cento.

Os investidores relaxaram após a Sealand Securities, uma corretora envolvida em um escândalo, dizer nesta quarta-feira que assumirá a responsabilidade por acordos de títulos falsificados.

A declaração aliviou preocupações com um aperto de liquidez, provocando forte recuperação nos preços dos títulos.

Além disso, a Comissão de Supervisão e Administração de Ativos disse que a China impulsionará vigorosamente as reformas de propriedade mista em setores como telecomunicações, aviação e defesa.

No Japão, a queda do iene levou os mercados japoneses à máxima de um ano, mas diante da realização de lucros o índice Nikkei fechou com queda de 0,26 por cento.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha variação negativa de 0,01 por cento às 7:45, horário de Brasília.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.