Bolsas da China avançam mas têm pior semana desde dezembro

Índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,57 por cento

Cingapura / Xangai – Os mercados acionários da China avançaram nesta sexta-feira eencerraram sequência de quatro dias de queda, mas ainda assim os principais índices tiveram a maior perda semanal desde meados de dezembro devido a preocupações sobre a liquidez mais apertada e as restrições no investimento imobiliário, reduzindo o apetite por risco.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,57 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,39 por cento.

Na semana, porém, o CSI caiu 1 por cento, enquanto SSEC recuou 1,4 por cento. No mês, o CSI teve queda de 0,1 por cento e o SSEC de 0,6 por cento.

Os gestores de fundos chineses recomendam a redução da exposição a ações nos próximos três meses com a manutenção de preocupações como a liquidez menor, mesmo que novos dados tenham indicado que a economia está se estabilizando e melhorando, mostrou uma pesquisa mensal da Reuters.

No restante da região os mercados caíram, com os investidores equilibrando posições no último dia do trimestre.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,64 por cento às 7:42 (horário de Brasília). O índice acumula alta de 12,5 por cento no trimestre.

. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,81 por cento, a 18.909 pontos.

. Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 0,78 por cento, a 24.111 pontos.

. Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,39 por cento, a 3.222 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,57 por cento, a 3.456 pontos.

. Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,20 por cento, a 2.160 pontos.

. Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,37 por cento, a 9.811 pontos.

. Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,06 por cento, a 3.175 pontos.

. Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,53 por cento, a 5.864 pontos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

ATENÇÃO: Mudança na sua assinatura da revista EXAME. A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos apenas uma edição por mês. Saiba mais