Resultados da Shell e do Santander pesam nas ações europeias

Uma postura menos severa do BCE em relação aos juros em conjunto com a diminuição do desemprego nos EUA tornaram o índice estável no início da tarde europeia

Londres – As principais ações europeias terminaram a terça-feira em baixa, atingidas pelos fracos resultados dos gigantes Shell e Santander , embora boas notícias da economia nos Estados Unidos tenham ajudado a reduzir perdas no fechamento das bolsas.

Uma postura menos severa do Banco Central Europeu em relação aos juros em conjunto com a diminuição do desemprego nos EUA tornaram o índice estável no início da tarde europeia. Ele voltou a cair quando dados sobre o mau desempenho do setor de serviços norte-americano alimentaram preocupações sobre a inflação, disseram negociantes.

O The FTSEurofirst 300 <.FTEU3> fechou em queda de 0,1 por cento, a 1.160 pontos, antes de atingir a mínima do dia a 1.154 pontos.

As companhias que se destacaram no pregão com a divulgação de seus resultados foram a Shell, cujo lucro do quarto trimestre ficou abaixo das previsões de mercado e fez suas ações caírem 3 por cento, e o grupo Santander, cujas ações recuaram 1,7 por cento devido à queda do preço dos imóveis espanhóis.

Os resultados da norte-americana ISM também estiveram em baixa, pois causaram preocupações com a inflação depois de virem muito mais fortes que o esperado.

“Nos últimos dias, vimos uma sucessão de pesquisas mostrando uma marcada ascensão dos preços no início deste ano, e essa deve ser a última alta em um longo tempo.”, disse o economista do HSBC Stephen Green.

Ele afirma que o fato de a inflação surgir tanto nas pesquisas sobre o setor de serviços quanto do setor industrial foi interessante, segundo ele, e “é provavelmente um indicador de que a influência da inflação da economia está se expandindo.

Em LONDRES, o índice Financial Times <.FTSE> fechou em baixa de 0,28 por cento, a 5.983 pontos

Em FRANKFURT, o índice DAX <.GDAX> subiu 0,14 por cento, para 7.193 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 <.FCHI> recuou 0,74 por cento, para 4.036 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib <.FTMIB> encerrou em baixa de 0,93 por cento, a 22.443 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 <.IBEX> registrou desvalorização de 1,36 por cento, para 10.860 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 <.PSI20> teve variação negativa de 0,41 por cento, para 7.897 pontos.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.