• BVSP 120.933,78 pts -0,2%
  • USD R$ 5,5477 +0,0009
  • EUR R$ 6,6872 +0,0075
  • ABEV3 R$ 15,7 -0,63%
  • BBAS3 R$ 29,62 -0,50%
  • BBDC4 R$ 23,61 -0,49%
  • BRFS3 R$ 23,86 +1,14%
  • BRKM3 R$ 53 +6,04%
  • BRML3 R$ 9,82 +0,31%
  • BTOW3 R$ 67,4 -1,17%
  • CSAN3 R$ 89,96 -0,93%
  • ELET3 R$ 35,07 -1,35%
  • EMBR3 R$ 15,43 -2,40%
  • Petróleo US$ 67,72 +0,83%
  • Ouro US$ 1.767,20 -0,23%
  • Prata US$ 25,87 -0,04%
  • Platina US$ 1.190,30 -1,77%

Bolsa de Valores de São Paulo abre em alta

Alta nos primeiros negócios desta terça-feira significa que os investidores continuam atentos aos desdobramentos da greve dos caminhoneiros

Reflexo das incertezas pelo fim da greve dos caminhoneiros após o nono dia de paralisações e desabastecimento de combustível e produtos, o índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) abriu o pregão de hoje (29) oscilando entre uma pequena alta de 0,36%, com 75.624 pontos às 10h07, subindo para 1,56% com 76.528 às 10h23.

O Ibovespa despencou ontem (28) mais de 4%, com investidores preocupados com reflexos da greve dos caminhoneiros nas contas públicas e no ajuste fiscal do governo.

As ações da Petrobras desvalorizaram ontem mais de 14%, com as ações preferenciais (preferência na distribuição de dividendos) caindo 14,59% e as ações ordinárias (direito a voto em assembleias) recuando 14,06%.

A alta nos primeiros negócios desta terça-feira significa que os investidores continuam atentos aos desdobramentos da greve dos caminhoneiros e com o ritmo de votação das propostas apresentadas pelo governo ao Congresso Nacional relacionadas aos tributos dos combustíveis.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.