Bolsa de Tóquio fecha em baixa após dados de emprego nos EUA

O mercado se decepcionou com os dados de geração de emprego nos Estados Unidos em março

São Paulo – As ações negociadas em Tóquio fecharam em baixa nesta segunda-feira, como consequência da decepção do mercado com os dados de geração de emprego nos Estados Unidos em março, que foram divulgados na sexta-feira e vieram bem abaixo da expectativa dos analistas.

Diante disso, o índice Nikkei encerrou o dia em queda de 0,19%, a 19.397,98 pontos, depois de um ganho de 0,6% na sexta-feira. Este é o quinto recuo da bolsa da capital japonesa em oito sessões, que resultou em uma baixa acumulada de 1,8% no período.

Em março, a economia norte-americana criou 126 mil vagas de trabalho, quase a metade da previsão dos economistas consultados pela Dow Jones Newswires, de 248 mil novos postos. “O fraco resultado é um número mais abrangente dos efeitos do dólar forte e do petróleo em queda sobre a economia dos EUA”, disse o estrategista-chefe do BNP Paribas, Shun Maruyama. “O próximo passo é ver como isso vai se refletir nos lucros das companhias”, acrescentou.

No noticiário corporativo, destacou-se a Toshiba, que registrou queda de 4,88% após a companhia anunciar, depois do fechamento do mercado de sexta-feira, que vai revisar metodologias de contabilidade empregadas em alguns projetos. A Fanuc caiu 0,9% e a Toyota teve baixa de 1,1%.

O recuo na Bolsa de Tóquio, no entanto, foi contido pelo baixo volume de negócios no mercado internacional, uma vez que a semana começa com feriado de finados na China, em Hong Kong e em Taiwan, e Páscoa prolongada em países da Europa.

A exceção ficou por conta da Coreia do Sul, onde a Bolsa de Seul funcionou normalmente e fechou o dia com o índice Kospi em alta de 0,05%, a 2.046,43 pontos.

No pregão, o destaque foi a multinacional Samsung, cujas ações subiram 2,51% depois de a companhia divulgar sua orientação para os resultados financeiros do primeiro trimestre, com publicação prevista para amanhã. Com informações da Dow Jones Newswires

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.