• BVSP 118.811,74 pts +0,0%
  • USD R$ 5,7327 -0,0010
  • EUR R$ 6,8200 -0,0104
  • ABEV3 R$ 15,51 +0,00%
  • BBAS3 R$ 29,55 +0,00%
  • BBDC4 R$ 25,72 +0,00%
  • BRFS3 R$ 24,48 +0,00%
  • BRKM3 R$ 46,76 +0,00%
  • BRML3 R$ 9,81 +0,00%
  • BTOW3 R$ 63,3 +0,00%
  • CSAN3 R$ 90 +0,00%
  • ELET3 R$ 34,74 +0,00%
  • EMBR3 R$ 16,05 +0,00%
  • Petróleo US$ 63,89 +1,11%
  • Ouro US$ 1.734,10 +0,09%
  • Prata US$ 25,13 +1,19%
  • Platina US$ 1.174,20 -0,06%

Ações do Grupo Noble caem ao menor nível desde 1999 após renúncia

Queda ocorreu após Jeffrey Frase renunciar ao cargo de co-presidente-executivo (co-CEO) da companhia

Cingapura - As ações do Grupo Noble, listado em Cingapura, chegaram a cair 12,7 por cento nesta terça-feira, para o menor nível em quase duas décadas, após Jeffrey Frase renunciar ao cargo de co-presidente-executivo (co-CEO) da companhia.

A companhia de commodities, que vem enfrentando dificuldades, disse na segunda-feira que Frase renunciou como co-CEO e chefe da unidade de líquidos de petróleo da companhia, que está em processo de venda pela Noble para a trading Vitol.

As ações do Grupo Noble tocaram o menor nível desde maio de 1999, a 0,1411 dólares, antes de fecharem em queda de 10 por cento.

Em seu auge, a Noble era a maior empresa de comercialização de commodities da Ásia, com ambições de rivalizar com as líderes europeias como Vitol, Glencore e Trafigura.

Mas as ações da companhia entraram em colapso após um pico em 2011, levando seu valor de mercado da casa de bilhões de dólares para as centenas de milhões.

A Noble, que tem sido criticada por seus métodos de contabilidade, não conseguiu obter lucros com a recuperação do mercado de commodities desde 2016, vendendo alguns de seus principais negócios para pagar dívida.

"Os desinvestimentos propostos vão reduzir substancialmente a escala e alcance global da Noble, desafiando sua habilidade de gerar lucros e fluxo de caixa para cumprir com o restante da dívida", apontou a Moody's.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.