Ações de saúde têm bom desempenho e bolsa de Londres sobe

Às 7h57 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,23 por cento, a 1.516 pontos

Londres – As ações europeias subiam nesta quarta-feira, impulsionadas pelas expectativas de novos estímulos econômicos do Banco Central Europeu (BCE), enquanto as ações de saúde tinham bom desempenho com algumas recomendações favoráveis de corretoras.

Às 7h57 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,23 por cento, a 1.516 pontos, enquanto o índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50 subia 0,01 por cento para 3.480 pontos.

As ações europeias subiram a seu maior nível em cerca de três meses, ajudadas pelas perspectivas do anúncio de novas medidas quando o BCE se reunir na quinta-feira.

Os investidores estão precificando um corte na taxa de depósito e um aumento no tamanho, alcance e duração do já trilionário programa de compra de ativos na reunião do BCE, e isso tem pressionado o euro que, enfraquecido, impulsiona as ações de exportadores europeus como as de montadoras e de bens de luxo.

“Os mercados acionários ainda estão se aproveitando do recuo do euro e das expectativas de que o presidente do BCE, Mario Draghi, vai anunciar um novo afrouxamento amanhã”, disse o analista do Hantec Market Richard Perry.

As ações de saúde era um dos setores com melhor performance, ajudadas por uma série de atualizações de corretoras. A Roche subia 1,37 por cento após o Citigroup elevar sua recomendação para “compra”, de “manutenção”, enquanto o Morgan Stanley elevou os preços-alvos da Roche e da GlaxoSmithKline.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.