Ações da Petrobras impulsionam avanço do índice

Às 13h00, o Ibovespa tinha alta de 0,25 %, a 60.614 pontos, após ter chegado a subir 0,74 % na máxima da sessão

São Paulo – A Bovespa operava no campo positivo nesta quarta-feira, apoiada no avanço das ações da petrolífera estatal Petrobras, após o governo afirmar que haverá reajuste de preços de combustíveis no ano que vem.

Às 13h00, o Ibovespa tinha alta de 0,25 %, a 60.614 pontos, após ter chegado a subir 0,74 % na máxima da sessão. O giro financeiro do pregão era de 3 bilhões de reais.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou as expectativas do mercado ao afirmar nesta quarta-feira que “certamente” haverá reajuste de preços de combustíveis no próximo ano.

O anúncio impulsionava as ações da Petrobras –a preferencial subia 2,7 %, a 20,71 reais, e a ordinária tinha alta de 2,35 %, a 20,88 reais.

“A notícia é positiva para a Petrobras, porque melhora a perspectiva de fluxo de caixa num momento importante, considerando que a companhia tem muitos investimentos previstos para os próximos anos”, disse o especialista em renda variável da Icap Brasil, Illan Besen, no Rio de Janeiro.

As construtoras também ajudavam a sustentar o Ibovespa no campo positivo, com destaque para PDG Realty, que subia 2,5 %, a 3,27 reais.


Analistas do JPMorgan escreveram em relatório que a companhia pode ser um caso interessante de reestruturação, mas avaliaram que ainda é cedo para se posicionar no papel, que opera em múltiplos baixos.

O clima otimista dos mercados externos também contribuía para o avanço da Bovespa, com investidores esperançosos de que os líderes norte-americanos conseguirão chegar a um acordo até o fim do ano sobre como evitar o chamado abismo fiscal.

Em Wall Street, o índice Dow Jones tinha variação negativa de 0,11 % e o Nasdaq recuava 0,06 %. O principal índice europeu de ações registrava valorização de 0,42 %.

Em sentido oposto, ações preferenciais da Vale pesavam no mercado, com queda de 1,2 %, a 40,50 reais.

A mineradora terá impacto negativo de quase 200 milhões de dólares em seu resultado do quarto trimestre de 2012, após aceitar pagar impostos para encerrar uma disputa com autoridades na Suíça.

A siderúrgica CSN também limitava o avanço do índice, com queda de 1,6 %. Analistas do Morgan Stanley recomendaram venda das ações da CSN, por preocupação de que os investimentos da companhia em sua unidade de mineração estão abaixo dos níveis ideais. (Por Danielle Assalve; Edição de Aluísio Alves)

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.