Aluguel tem queda real de 11,6% no trimestre em SP

Preço do aluguel, considerando a inflação, teve queda real de 11,59% no segundo trimestre em São Paulo, segundo levantamento do VivaReal

O preço médio do metro quadrado para aluguel em São Paulo teve desvalorização nominal de 0,8%, no final do segundo trimestre de 2016 na comparação com igual período de 2015, de acordo com estudo realizado pelo site VivaReal com base nos imóveis disponíveis em sua plataforma.

Considerando a inflação, os valores apresentaram queda real de 11,59% nos últimos meses. O IGP-M acumulado no período foi de 12,21%. No entanto, na comparação com o primeiro trimestre deste ano, houve valorização nominal de 0,9%, já que em março o valor médio do m² na capital estava em E$ 35,38 e em junho estava em R$ 35,71.

Ainda na comparação 2016/2015, os bairros que registraram as maiores quedas foram Jardim Aeroporto, na zonal sul (-32,2%), Jardim Bonfiglioli, zona oeste (-18,8%), Vila Ipojuca, zona oeste, (-15,9%), Centro (-14,4%), Vila Uberabinha, zona sul (-14,3%) e Lapa, zona oeste (-13,6%). “A economia instável e as restrições no crédito afetam o equilíbrio entre oferta e demanda por imóveis. Com a dificuldade para vender, os proprietários acabam optando pela locação, o que aumenta a oferta e dá margem para o consumidor negociar”, afirma Lucas Vargas, CEO do VivaReal.

Na outra ponta, os bairros que tiveram as maiores valorizações foram Jardim Anália Franco, na zona leste (13,1%), Vila Regente Feijó, também na zona leste (11,4%), Vila Prudente, zona leste (8,1%), Pinheiros, zona oeste (7,1%), Consolação, na região central, (7%), e Brás, também na área central (6,9%).

Embora a média do valor do m² na cidade esteja em R$ 35,71, ele pode chegar a R$ 69,57 na Vila Nova Conceição. Os bairros mais procurados para quem deseja locar um imóvel são Bela Vista, Vila Mariana, Pinheiros, Tatuapé, Moema e Butantã, segundo o VivaReal.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.