• BVSP 117.669,90 -0,5%
  • USD 5,6926 +0,0000
  • EUR 6,7616 +0,0000
  • ABEV3 15,43 -0,13%
  • BBAS3 29,27 +0,55%
  • BBDC4 25,25 +0,04%
  • BRFS3 23,91 -1,97%
  • BRKM3 43,57 -0,98%
  • BRML3 9,95 +1,95%
  • BTOW3 62,7 -0,85%
  • CSAN3 89,25 -0,45%
  • ELET3 35,45 -1,50%
  • EMBR3 16,02 -0,37%
  • Petróleo 59,31 +0,00%
  • Ouro 1.750,70 +0,00%
  • Prata 25,55 +0,00%
  • Platina 1.209,30 +0,00%

Recife lidera valorização dos imóveis em agosto

Segundo o índice FipeZap, imóveis subiram 2,9% na capital pernambucana; na média, preços avançaram 1,7% no mês passado

São Paulo – O preço dos imóveis registrou valorização de 1,7% nas sete principais capitais brasileiras, segundo o índice FipeZap. Foi o quarto mês seguido de arrefecimento no ritmo de crescimento dos preços. Para a Fipe, após uma alta de 30% nos últimos 12 meses, aumentam os sinais de que os imóveis já começam a subir mais lentamente no país.

O destaque foi o mercado imobiliário de Recife, onde a alta chegou a 2,9% em agosto. Nos oito primeiros meses deste ano, a maior valorização foi verificada no Rio de Janeiro (25,6%).

O metro quadrado mais caro do Brasil ainda é encontrado no Distrito Federal. O índice mostra que os vendedores locais pedem em média 7.788 reais por metro quadrado quando decidem se desfazer de um imóvel.

Em segundo lugar, aparece o Rio de Janeiro, com o metro quadrado médio de 6.912 reais. Como os preços têm avançado muito mais velozmente no Rio do que no Distrito Federal, é possível que em breve a capital fluminense se torne a cidade mais cara do Brasil para comprar um imóvel. Por bairro, os destaques cariocas são o Leblon (15.919 reais), Ipanema (14.659), Lagoa (12.796), Gávea (11.461) e Jardim Botânico (10.839).

Já em São Paulo, os preços dos imóveis avançaram 1,7% em agosto. Os bairros mais caros da cidade são o Ibirapuera-Vila Nova Conceição (8.519 reais), Jardim Paulistano (8.482), Fazenda Morumbi-Jóquei Clube (7.780), Chácara Itaim (7.579) e Vila Olímpia (7.519).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.