Conheça os bairros mais caros para alugar imóvel em São Paulo

Índice FipeZap de Locação Residencial traz o preço médio de locação a partir de anúncios de apartamentos prontos em 25 cidades brasileiras

O preço médio do aluguel encerrou o mês de julho em 30,61 reais/m². Entre as 11 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap de Locação Residencial, São Paulo segue como a capital com o preço médio mais alto (40,90 reais/m²), seguida por Brasília (32,21 reais/m²), Recife (30,59 reais/m²) e Rio de Janeiro (30,58 reais/m²). Já entre as capitais com menor valor de locação residencial no mês de maio, destacaram-se Fortaleza (17,33 reais/m²), Goiânia (17,71 reais/m²), Curitiba (21,07 reais/m²) e Belo Horizonte (23,79 reais/m²).

Na capital paulista, o bairro mais caro para locação é o da Vila Olímpia, com preço médio de 79,17 reais/m², seguido por Vila Nova Conceição, Berrini, Itaim Bibi e Brooklin Novo — todos na zona sul da cidade. Os menores valores se concentram nos bairros de Vila Campanela, Guaianases, Jardim Adutora, Brasilândia e Rodolfo Pirani, onde a média de valor da locação oscila entre 14,73 reais /m² e 18,29 reais/m². Na capital paulista, apesar de os aluguéis terem caído 0,88% em julho, a alta acumulada no ano é de 3,25% (Leia gráfico abaixo).

Maiores e menores valores por zona, distrito ou bairo
Comparativo de preço médio em julho na cidade de São Paulo (em R$/m2)
Vila Olímpia 79,17
Vila Nova Conceição 74,74
Berrini 74,21
Itaim Bibi 70,43
Brooklin Novo 66,75
São Paulo (média) 40,90
Vila Campanela 18,29
Guaianases 18,25
Jardim Adutora 17,17
Brasilândia 16,58
Rodolfo Pirani 14,73
Fonte: Índice FipeZap de Locação Residencial

Aluguéis em queda

Considerando as 25 cidades que compõem o Índice FipeZap, a locação residencial apresentou queda de 0,40% em julho, abaixo da inflação registrada tanto pelo IPCA/IBGE (+0,36%) quanto pelo IGP-M/FGV (+2,23%), indicando, portanto, queda real do preço médio do aluguel dos imóveis. O comportamento negativo foi influenciado pela queda registrada nos preços em algumas das principais capitais brasileiras, entre elas Curitiba (-1,55%), Florianópolis (-1,47%), São Paulo (-0,88%), Rio de Janeiro (-0,66%), Porto Alegre (-0,52%) e Recife (-0,40%).

Rentabilidade em alta

Outro índice medido pelo FipeZap é a razão entre o preço médio de locação e o preço médio de venda dos imóveis para o investidor que opta em adquirir o imóvel com a finalidade de obter renda com aluguel. A rentabilidade, neste caso, encerrou julho em 4,82% (alta de 0,2 ponto percentual em 12 meses), mantendo-se em patamar superior ao retorno médio projetado para aplicações financeiras de referência. Entre as cidades que se destacam pela rentabilidade do aluguel estão Santos e Praia Grande, no litoral de São Paulo, e Barueri, no interior paulista (Leia gráfico abaixo).

Rentabilidade do aluguel, por cidade
Comparativo do rendimento em julho (anualizado, em %)
Santos (SP) 7,33%
Praia Grande (SP) 7,29%
Barueri (SP) 6,31%
Recife (PE) 6,14%
Salvador (BA) 5,41%
São Paulo (SP) 5,36%
Pelotas (RS) 5,28%
Guarulhos (SP) 5,16%
São José (SC) 5,14%
São Bernardo do Campo (SP) 5,06%
Brasília DF) 5,05%
Porto Alegre (RS) 4,97%
Santo André (SP) 4,92%
Ribeirão Preto (SP) 4,90%
Goiânia (GO) 4,90%
Joinville (SC) 4,87%
Média ponderada (25 cidades) 4,82%
São José do Rio Preto (SP) 4,78%
Campinas (SP) 4,77%
Florianópolis (SC) 4,43%
Belo Horizonte (MG) 4,07%
Curitiba (PR) 4,06%
Rio de Janeiro (RJ) 3,88%
Niterói (RJ) 3,59%
Fortaleza (CE) 3,56%
Taxa de juro real (Bacen) 2,43%
Fonte: FipeZap

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.