Vacinas: Ministério da Saúde lança vídeo publicitário e fala de união; assista

Campanha "Brasil imunizado. Somos uma só nação" aborda a importância da vacinação para melhoria dos negócios, da economia e, claro, da saúde

 O Governo Federal, por intermédio do Ministério da Saúde, lançou uma campanha publicitária que incentiva a vacinação contra a covid-19.

Com o slogan “Brasil imunizado. Somos uma só nação”, o filme com duração de um minuto reúne pessoas que representam as cinco regiões do País para ressaltar as diversidades sociais e geográficas, juntamente com a estrutura de logística usada para a distribuição das vacinas autorizadas pela Anvisa. A campanha conta, ainda, com mais dois filmes, um de 30 segundos e outro de 15 segundos, além de peças para rádio e mídia impressa.

No vídeo, um narrador diz que “o desafio de vacinar os brasileiros também e vai além da saúde, por se tratar de uma questão humana, social e econômica”. O filme tem, por exemplo, imagens de uma médica com equipamentos de proteção segurando a mão de um paciente, de uma feirante durante o trabalho; e de uma professora.

As cenas são intercaladas com imagens de laboratórios de pesquisa e de operações de logística envolvendo Aeronáutica, Exército e Marinha. Também são mostrados trechos com o transporte da vacina em aviões e caminhões, além de imagens de vacinação com profissionais de saúde.

O tom de união da campanha reforça o discurso do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou que a CoronaVac, aprovada pela Anvisa, é a vacina do Brasil.

A ação publicitária também lembra que é preciso continuar com todos os protocolos de proteção. Assim, o filme termina com cenas de pessoas com máscaras, lavando as mãos e usando álcool em gel, destacando um letreiro que reforça a necessidade de proteção enquanto a vacina não chega a todos.

A campanha criada pela agência Nova/sb conta, ainda, com mais dois filmes, um de 30 segundos e outro de 15 segundos, além de peças para rádio e mídia impressa.

Próximas fases 

Segundo o Ministério da Saúde, após a veiculação do atual filme haverá o início de veiculação de uma segunda fase da campanha com a convocação dos grupos prioritários para a vacinação. O primeiro grupo, definido pelo Ministério da Saúde, inclui idosos a partir de 60 anos; pessoas com deficiência que vivem em instituições, a partir de 18 anos; trabalhadores da saúde da linha de frente e população indígena vivendo em terras indígenas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.