TSE deve tirar peças de campanha do ar

Resposta foi dada ao Conselho Regional de Odontologia de São Paulo, que criticou a abordagem adotada

São Paulo - O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) informou, por meio de nota, que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) irá retirar filme e spot - que trazem o título "Falso Dentista" - que compõem a campanha das Eleições 2011, criada pela agência Fields. A entidade considerou o conteúdo das peças ofensivo.

O filme mostra uma paciente assustada com a possibilidade de seu dentista ser um falso profissional, comparando a situação com o processo eleitoral.

Em nota, o CROSP afirmou que as peças retratam de maneira inadequada o cirurgião-dentista e que o exemplo escolhido compromete a educação da população no que diz respeito à importância da prevenção e dos cuidados com a saúde bucal. O Conselho teme ainda que o conteúdo pode induzir a população a acreditar que existam cirurgiões-dentistas atuando na ilegalidade.

Leia mais notícias sobre publicidade

Siga as últimas notícias de Marketing no Twitter

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.