Marketing

Promoções falsas usando a Ray-Ban se espalham pelo Facebook

Dezenas de eventos no Facebook prometendo óculos escuros da marca Ray-Ban com desconto são falsos; marca já está acionando a Justiça

Evento falso da Ray-Ban no Facebook: golpistas estão criando eventos em nome da marca e tentam enganar consumidores   (Reprodução/Facebook)

Evento falso da Ray-Ban no Facebook: golpistas estão criando eventos em nome da marca e tentam enganar consumidores (Reprodução/Facebook)

Guilherme Dearo

Guilherme Dearo

Publicado em 10 de maio de 2016 às 16h07.

São Paulo - Nas últimas semanas, você provavelmente foi convidado ou se deparou com o anúncio de algum evento da Ray-Ban no Facebook, prometendo óculos de sol em promoção. 

Os óculos, custando 89 reais, parecem de fato um ótimo negócio, já que eles costumam custar bem mais do que isso por aqui ou lá fora. 

Mas os eventos são todos falsos, provavelmente criação de algum (ou alguns) golpista. 

A Ray-Ban confirmou à EXAME.com que ela não é responsável por nenhuma das promoções e que os consumidores devem tomar cuidado com links falsos. 

"O preço baixo e a chance de ostentar a marca atrai milhares de pessoas para o consumo da pirataria. O que essas pessoas não sabem é do perigo a que se expõem com o uso do produto falso", disse a marca.

No Facebook, são dezenas de eventos iguais, variando o título, a data e o criador. Eles se espalham pelos meses de abril e maio. 

Eventos falsos da Ray-Ban no Facebook (Reprodução/Facebook)

Os eventos são bem amadores. Muitos usuários perceberam na mesma hora que eram fake. 

Outros, contudo, não se deram conta. 

Cada um dos eventos anunciando a promoção conta com pelo menos 150 confirmados e outros tantos interessados. Os convidados são milhares.

Na descrição dos eventos, a estranha (e engraçada) frase "Atividade anual de caridade de vendas".  

Para burlar sistemas de busca que poderiam achar o nome Ray-Ban sendo usado indevidamente, os criadores dos eventos costumam escrever "Ray-Ban2016", com o ano colado ao nome da marca.  

Evento falso da Ray-Ban no Facebook (Reprodução/Facebook)

Um porta-voz da Luxottica no exterior disse à EXAME.com que a empresa já está em contato com a Justiça.

"Já investigamos e estamos juridicamente buscando estas fontes falsas", explicam. 

Sobre o contato com o Facebook e com os consumidores, a marca disse que já está tomando as providências legais. 

Eventos falsos da Ray-Ban no Facebook (Reprodução/Facebook)

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetEmpresas italianasempresas-de-tecnologiaFacebookInternetLuxotticaMarcasModaÓculosRay-BanRedes sociais

Mais de Marketing

As 10 marcas mais inclusivas do mundo, segundo pesquisa; Google lidera ranking

Igor Puga é o novo CMO da Zamp, dona do Burger King e Popeyes

Disputa pelas listras: Adidas luta com grife Thom Browne pelo monopólio da marca

Campanha eleitoral americana ganha nova narrativa após atentado e foto de Trump

Mais na Exame