Pessoas estão queimando seus New Balance após marca apoiar Trump

Marca, que defendeu uma das propostas de Donald Trump, é alvo de protesto de consumidores americanos

São Paulo – Os tênis New Balance custam caro. Mas muitos americanos não estão se importando em colocar fogo em seus calçados e queimar esse dinheiro.

Após a marca apoiar uma proposta de Donald Trump, muitos consumidores contra Trump aderiram ao protesto de postar fotos ou vídeos queimando pares de New Balance. Outros estão jogando os pares no lixo.

Contudo, a marca não apoiou, precisamente, Donald Trump e todas as suas ideias.

O comentário que gerou a fúria dos consumidores, de Matt LeBretton, vice-presidente de relações públicas da marca, falava pontual e especificamente do TPP, o Trans-Pacific Partnership. A marca é contra o acordo.

“Francamente, com o presidente eleito Trump, nós sentimos que as coisas vão se mover na direção correta”, ele disse ao jornal The Wall Street Journal. O contexto era sobre o acordo econômico e como isso afetava a marca.

Depois que os protestos começaram, ele esclareceu ao BuzzFeed americano: “A frase está correta no contexto do TPP e não fala de coisas amplas sobre geopolítica”.

Confira alguns dos posts de protesto:

//platform.twitter.com/widgets.js

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.