Marketing

Dinheiro de volta: Magazine Luiza lança cashback para sua carteira digital

O super app é uma das grandes apostas do Magalu para fidelizar o cliente e campanha tem dinheiro de volta para smartphones, eletrodomésticos e itens de moda

Magalu: objetivo do cashback é impulsionar o uso da carteira digital (Germano Lüders/Exame)

Magalu: objetivo do cashback é impulsionar o uso da carteira digital (Germano Lüders/Exame)

Karin Salomão

Karin Salomão

Publicado em 27 de julho de 2020 às 08h00.

Última atualização em 27 de julho de 2020 às 18h09.

A varejista Magazine Luiza acaba de lançar uma nova funcionalidade para sua carteira digital: cashback, ou dinheiro de volta, em algumas compras. O dinheiro recebido de volta nas compras pode ser usado para novas compras, pagamento de contas e boletos e até ser transferido para amigos. 

Segundo a diretora de marketing, um dos objetivos é impulsionar o uso da carteira digital. "Não há inclusão social sem a inclusão digital. Ainda mais ma pandemia, em que o meio digital é tão importante", diz Ana Paula Rodrigues.

O super aplicativo é uma das grandes apostas do Magalu para fidelizar o cliente. Ao aumentar o número de serviços disponíveis, a ideia é ampliar a interação e frequência de compra. "É mais uma alavanca promocional, que pode contribuir como gatilho para o cliente comprar no nosso app ou loja física", diz a diretora. 

Não são todos os produtos que estão elegíveis para o dinheiro de volta, mas a varejista diz que a campanha vale para diversas categorias, desde os eletrodomésticos de linha branca a smartphones, itens de moda e outros. O valor do dinheiro de volta também depende do preço total do produto, não há uma única porcentagem válida para toda a campanha. 

A campanha vai ao ar hoje, 27, com uma propaganda no intervalo do Jornal Nacional. A estrela da campanha é o americano Zack King, mágico conhecido nas redes sociais pelos truques divertidos e com 23 milhões de seguidores no Instagram. 

https://www.instagram.com/p/CC_J9VmpFpX/

A novidade foi lançada poucos dias depois que o atacadista Assaí criou uma função semelhante. A rede de atacado de autosserviço firmou parceria com o PicPay para um programa de cashback, inédito no segmento. Pelo acordo, quem pagar via aplicativo recebe de volta 10% do valor total da transação até o limite de 15 reais por mês, por CPF. Não há prazo para a utilização do saldo.

O valor do cashback será creditado automaticamente no app da carteira digital do usuário e poderá ser transferido para uma conta bancária ou usado como saldo para outras atividades (compras, recarga de celular, pagamento de boletos etc.).

A tendência cresceu nos últimos meses. Com aumento das vendas pela internet, os cupons de desconto e estornos de compras (cashbacks, em inglês) movimentaram, no primeiro semestre, mais de 1,5 bilhão de reais. Deste total, o portal de ofertas Cuponomia foi responsável por cerca de 500 milhões de reais.

Acompanhe tudo sobre:CashbackMagazine Luiza

Mais de Marketing

Google integra avaliações do Reclame Aqui à plataforma de Shopping no Brasil

Como a marca Sol de Janeiro se tornou sucesso entre as gerações Z e Alpha

ChatGPT da Ypê: assistente virtual tira dúvidas sobre cuidados com a casa

NBA fecha acordo bilionário com ESPN, Amazon e NBC para transmissão

Mais na Exame