Com Shark Tank para crianças, Tang e Mondeléz buscam nova geração de empreendedores

No lugar de empreendedores e fundadores de startups, a Tang busca criações de crianças de seis a 13 anos

A Tang, marca de sucos em pó da gigante de consumo Mondeléz, criou um programa para selecionar e investir em ideias inovadoras. O programa é inspirado no Shark Tank, em que empresários chamados de tubarões selecionam as melhores ideias de novos negócios. A maior diferença é o público. No lugar de empreendedores e fundadores de startups, a Tang busca criações de crianças de seis a 13 anos.

O programa "Tang no Tank" terá quatro episódios e irá ao ar em abril, no canal do Shark Tank Brasil, no YouTube. A produção conta com a parceria da Sony, canal que controla o programa. A exibição trará os planos empreendedores das crianças em três categorias: sustentabilidade, para resolver problemas que envolvem o tema; criatividade, com novas ideias de negócios para um futuro melhor; e sociedade, ideias para transformar ou melhorar a cidade, bairro ou comunidade.

As inscrições estão aberta até 4 de fevereiro pelo site http://www.tangnotank.com.br. A submissão do plano deve ser realizada por um adulto responsável por meio da postagem de um vídeo de até três minutos, no qual a criança apresenta sua ideia.

As ideias passarão por uma seleção com critérios como aplicabilidade e impacto na sociedade. Nove participarão do programa e as três melhores receberão um prêmio de 90 mil reais cara para que consigam tirar os projetos do papel. A Mondeléz também deve fazer um trabalho de mentoria para dar mais suporte aos pequenos empreendedores. 

Segundo a Tang, o objetivo não é trazer novas ideias de produtos ou serviços para a empresa. "Não buscamos uma inovação para a empresa, mas sim ideias que façam bem para o bairro ou de sustentabilidade", diz Paloma Di Santo, diretora associada de bebidas e sobremesas da Mondelēz Brasil.

O projeto faz parte do novo reposicionamento de marca da Tang, que busca envolver pais e responsáveis na preparação das crianças para um futuro melhor. “As crianças ganham uma chance de expor suas ideias e ganham habilidades essenciais para um futuro melhor, como solução de problemas e pensar de maneira coletiva e não individual", diz Di Santo.

A Tang afirma que chega a 65% dos lares brasileiros e que busca estimular que pais e filhos trabalhem para a construção de um mundo melhor. No ano passado, a empresa repaginou seu posicionamento de marca para intensificar o discurso mais emocional. "As pessoas já sabem que Tang é prático, conveniente e acessível. Mas há uma necessidade de trazer um discurso mais emocional e trabalhar para que as crianças se tornem adultos mais presentes na sociedade", afirma a diretora. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.