Marketing

Anunciantes devem ignorar Casamento Real, diz JWT

Pelo menos 66% dos entrevistados disseram que não prestarão atenção nas aparições ocorridas durante o evento

Casamento Real: The Royal Mint foi a marca que apareceu mais ligada ao evento (Ben Stansall/AFP)

Casamento Real: The Royal Mint foi a marca que apareceu mais ligada ao evento (Ben Stansall/AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de abril de 2011 às 06h58.

São Paulo - Com o furor causado pelo casamento que unirá o príncipe William e a plebeia Kate Middleton, várias marcas quiseram se associar ao evento; mas será que as pessoas aprovam tal comportamento? Foi o que a JWT de Londres quis saber, ao elaborar uma pesquisa de marketing sobre o tema.

Pelo menos 66% dos consultados disseram que não serão impactados pelas aparições ocorridas durante o Casamento Real. Além disso, outras 17% afirmaram que estariam muito menos propensas a adquirir algum produto que tentar se ligar ao acontecimento.

A The Royal Mint foi a marca que apareceu mais ligada ao casamento - citada por 36% dos entrevistados -, seguida pela Crownjewelscondoms.com. Na categoria de supermercados, a Marks & Spencer apareceu no topo quanto ao nível de "consciência" dos consumidores (4%), seguida por Tesco, Asda e Morrisons (3%).

Só que mais da metade das pessoas acredita ser impróprio uma marca tentar se apropriar do casamento para aparecer. Os londrinos, em especial, são totalmente contra, com 100% dos entrevistados tendo afirmado que não seriam impactados pelas inserções.

Na contramão desse índice, a Saachi & Saachi criou um vídeo para a operadora T-Mobile que usa justamente a excitação das pessoas com o evento para promover a marca.

Intitulada "a vida é para compartilhar", a campanha parodia o Casamento Real, com os participantes dançando de forma descontraída (e não formal, como normalmente acontece nesse tipo de evento) (veja).

Dirigida por Chris Palmer, a produção lembra o vídeo de um casamento de Minnesota, nos Estados Unidos, que fez bastante sucesso na internet há alguns anos. Aquele mostra padrinhos e noivos entrando na igreja ao som de "Forever", de Chris Brown (veja).

Com informações da Marketing Magazine e do More About Advertising

Acompanhe tudo sobre:Celebridadesestrategias-de-marketingFamília real britânicaMarcasPublicidade

Mais de Marketing

As 10 marcas mais inclusivas do mundo, segundo pesquisa; Google lidera ranking

Igor Puga é o novo CMO da Zamp, dona do Burger King e Popeyes

Disputa pelas listras: Adidas luta com grife Thom Browne pelo monopólio da marca

Campanha eleitoral americana ganha nova narrativa após atentado e foto de Trump

Mais na Exame